Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Não era eutanásia: o caso da menor holandesa vítima de abuso que chocou o mundo

NOA POTHOVEN
Compartilhar

As informações difundidas pela imprensa internacional não correspondem à verdade dos fatos, segundo denunciam jornalistas independentes

Noa Pothoven não queria continuar vivendo, devido ao intenso sofrimento psicológico que a acompanhava depois de ter sido abusada sexualmente repetidas vezes desde a idade de 11 anos. Ela teria solicitado a eutanásia em uma clínica particular credenciada para isso, já que ela ainda era manor de idade.

Quando esse triste episódio veio à tona na imprensa internacional, foi apresentado como um caso de eutanásia, levantando a conseguinte polêmica sobre se o sofrimento de tipo psicológico, o mais escorregadio dos pressupostos da eutanásia, seria moralmente aceitável, e ainda mais em uma menor de idade.

No entanto, a informação divulgada em todo o mundo parece ser uma manipulação, segundo a jornalista Naomi O’Leary, que comparou o que foi publicado com a versão original da história, escrita pelo jornalista holandês Paul Bolwerk.

É verdade que a menina pediu a eutanásia às autoridades de saúde, mas o procedimento foi rejeitado.

Então Noa, de acordo com a informação original, recusou-se a comer e a beber até a morte. E a família, junto com os médicos, depois de ter tentado todos os tipos de terapias – incluindo eletrochoque -, convencida da inutilidade dos esforços, decidiu não forçar sua decisão, e ofereceram-lhe tratamento paliativo.

Uma vítima de abuso sexual de 17 anos NÃO foi submetida à eutanásia nos Países Baixos.
@euronews @Independent @DailyMailUK @dailybeast estão todos errados. Levei apenas 10 minutos para consultar o jornalista que escreveu a história original em holandês. Noa Pothoven solicitou a eutanásia, mas o pedido foi rejeitado – escreu no Twitter Naomi O’Leary, correspondente de POLITICO

A pergunta que fica no ar é a quem interessa provocar um debate sobre a eutanásia em todo o mundo usando e manipulando casos de sofrimento extremo como o dessa jovem.

 

Ver imagen en TwitterVer imagen en TwitterVer imagen en TwitterVer imagen en Twitter

Naomi O’Leary

@NaomiOhReally

A 17-year-old rape victim was NOT euthanised in the Netherlands.@euronews @Independent @DailyMailUK @dailybeast are all wrong
It took me about 10 mins to check with the reporter who wrote the original Dutch story.
Noa Pothoven asked for euthanasia and was refused (cont.)

18,6 mil personas están hablando de esto
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.