Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O conselho de Santo Agostinho para os desorganizados e distraídos

BIURKO MINIMALISTY
Roman Bozhko/Unsplash | CC0
Compartilhar

Veja como evitar a situação difícil por não conseguir encontrar algo importante

Este artigo é para pessoas como eu que ocasionalmente entram em pânico quando não conseguem encontrar algo urgente. Talvez você tenha passado por isso: você precisa de um documento oficial – uma certidão de nascimento ou de casamento, talvez – e quando você começa a procurar, percebe que não é onde você tinha certeza de que havia deixado. Você começa a procurar em todos os lugares, verificando os mesmos lugares várias vezes, e começa a sentir um nó no estômago.

Isso acontece com todos os tipos de coisas – desde as chaves do carro até os contratos e as fotos da família. Você sabe que colocou em algum lugar por perto, mas agora está completamente perdido. Você sabe que cada coisa deve ter o seu lugar, mas continua reconhecendo que vai levar algum tempo até se organizar melhor. E agora você se encontra nessa situação, suando frio por não encontrar algo importante. Essa experiência deve nos convencer a finalmente tomar as medidas necessárias para que isso nunca mais aconteça conosco. Então vamos fazer isso!

Santo Agostinho tem um excelente conselho que pode nos ajudar a evitar esse tipo de estresse no futuro: proteja a ordem e a ordem protegerá você. Agostinho pode ter vivido 16 séculos atrás, mas seu bom senso e ampla experiência de vida brilham em seu conselho, que é tão útil hoje quanto era naquela época.

O que significa “proteger a ordem”? Santo Agostinho disse em um contexto mais amplo, que incluía nossa vida espiritual, bem como nossas faculdades mentais e assuntos práticos. No entanto, neste caso específico, em relação a coisas materiais, isso significa que devemos deixar tudo em seu lugar sempre que terminarmos de usá-lo, seja uma simples tesoura ou óculos de sol, uma certidão de nascimento ou uma foto de casamento. Precisamos manter “um lugar para tudo e tudo em seu lugar”.

O inimigo real aqui é a maneira como nos enganamos, dizendo: “vou deixar aqui por um minuto”, ou “vou colocar isso em seu lugar mais tarde, quando tiver tempo”.

Mas a realidade é: se não colocarmos imediatamente algo em seu lugar, poderemos esquecer de fazê-lo mais tarde, e quando realmente precisarmos do que estamos procurando, sofreremos por nossa falta de previsão. Pode parecer que é preciso um esforço quase heróico para manter as coisas em ordem o tempo todo, em vez de tomar atalhos e deixar para organizar as coisas mais tarde, mas o esforço vale a pena!

Manter as coisas materiais em ordem não é apenas uma maneira de economizar tempo mais tarde; isso também afeta nossa mente e alma. Se “protegermos a ordem”, vamos sentir a paz interior e a calma, sabendo que podemos encontrar as coisas imediatamente quando precisarmos delas, porque elas estão onde deveriam estar. Isso reduzirá nossa ansiedade e nos permitirá nos concentrar em coisas mais importantes.

Imitar a conversão de Santo Agostinho e seu caminho para a santidade pode parecer inatingível, mas se começarmos com este conselho simples, isso pode mudar nossa vida – e talvez nos ajude a perceber que, passo a passo, podemos imitá-lo (e outros santos) em outras coisas também, e quem sabe revolucionar mais do que apenas a maneira como guardamos as coisas.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.