Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Eritreia: cristãos detidos pelas autoridades enquanto rezavam

MALAWI, GIRL, SCHOOL
Compartilhar

Segundo a agência Fides, estes cristãos pertencem a grupos religiosos não reconhecidos pelas autoridades de Asmara

Mais de trinta eritreus, membros de igrejas pentecostais, foram detidos pelas autoridades policiais da Eritreia no início do corrente mês de Junho entanto rezavam em três lugares distintos na capital do país.

Segundo a agência Fides, estes cristãos pertencem a grupos religiosos não reconhecidos pelas autoridades de Asmara e são considerados, por isso, como “ilegais”. Segundo a Constituição, “cada pessoa deve ter direito à liberdade de pensamento, consciência e crença”.

No entanto, em consequência de um decreto publicado em 1995, o Estado só reconhece quatro comunidades religiosas: a Igreja Ortodoxa Tewahedo da Eritreia, a Igreja Evangélica Luterana da Eritreia, a Igreja Católica e o Islamismo sunita. Todos os membros de outras comunidades estão em risco.

Em Janeiro do ano passado, o Departamento de Estado Norte-Americano colocou a Eritreia na lista dos “Países de Especial Preocupação” por causa das graves violações da liberdade religiosa.

De facto, e ainda segundo a agência Fides, as autoridades têm vindo, nos últimos tempos, a realizar operações policiais em residências privadas que alegadamente pertencem a membros de igrejas não reconhecidas. Foi o caso destes cristãos pentecostais que “são libertados apenas se repudiarem a sua fé”.

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.