Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
home iconAtualidade
line break icon

EUA põe em quarentena 5.200 imigrantes detidos por exposição à caxumba e catapora

MIGRANTS

Shutterstock | Vic Hinterlang

Agências de Notícias - publicado em 16/06/19

O primeiro caso confirmado de caxumba entre os detidos do ICE foi reportado em 7 de setembro de 2018 e desde então a cifra aumentou para 334

As autoridades americanas informaram nesta sexta-feira que puseram 5.200 imigrantes detidos em quarentena, principalmente por exposição à caxumba, diante de um aumento repentino de casos por um surto da doença na América Central.

Um funcionário da agência de Imigração e Controle de Alfândegas (ICE, sigla em inglês) disse à AFP que desde 13 de junho quase 4.300 detidos estão confinados em 39 instalações por exposição à caxumba, mais de 800 por exposição à catapora e cerca de 100 por ambas.

O primeiro caso confirmado de caxumba entre os detidos do ICE foi reportado em 7 de setembro de 2018 e desde então a cifra aumentou para 334, acrescentou o funcionário.

Nathalie Asher, diretora executiva adjunta de operações de deportação do ICE, disse que 75% dos detidos atuais provêm diretamente da fronteira, enquanto o resto foi detido dentro dos Estados Unidos.

Tendo em conta isto e os recentes surtos de caxumba na América Central, “a evidência aponta que a maior afluência em nossa fronteira sudoeste é, no mínimo, um fator de contribuição significativo destes casos”, afirmou.

O número em quarentena representa um décimo dos cerca de 52.000 detidos do ICE.

A agência informou que está administrando vacinas MMR (tríplice viral) – contra sarampo, caxumba e rubéola – a detidos assintomáticos expostos, que estão em quarentena por 25 dias desde o último período de incubação.

Os Estados Unidos experimentaram seus próprios surtos esporádicos de caxumba nos últimos anos. Segundo os cientistas, poderiam estar relacionados com a diminuição da imunidade da vacina com o tempo e a necessidade de uma vacina de reforço aos 18 anos.

(AFP)

Tags:
Migrantes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia