Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Corpus Christi: “Eis que Eu estou convosco todos os dias, até ao fim do mundo”

WEB 3 EUCHARIST
TATJANA SPLICHAL | DRUŽINA
Compartilhar

Como somos fracos, Ele se fez pão, para cumprir a promessa de que estaria conosco para sempre

A liturgia da Igreja nos tem levado, desde a celebração da Páscoa de Jesus, a meditar em diversos aspectos do atuar de Deus no meio do seu povo. O amor do Pai ao entregar seu Filho único, a obediência generosa de Jesus entregando-se por nós, o envio do Espírito Santo em Pentecostes e por último, na semana passada, a comunhão de amor que é vivida no interior da Santíssima Trindade, comunhão a que estão chamados todos os filhos da Igreja.
Com todas essas demonstrações de amor por parte de Deus ao homem, agora cabe a nós dar uma resposta a Deus. Essa resposta, como nos diz o Catecismo da Igreja Católica, deve ser a . Nós estamos chamados a dar esse salto de fé, a confiar no amor de Deus por nós e a caminhar, apoiados n´Ele, rumo ao Céu.
Mas Deus sabe que somos fracos e que, muitas vezes, estamos mais inclinados a desconfiar que a confiar. Sabe que estamos em um mundo que parece estar cada vez mais longe de Deus e que é, muitas vezes, hostil aos que creem, sabe também que necessitamos renovar uma e outra vez as nossas forças, para seguir avançando na nossa vida cristã.
Por isso, Ele quis ficar conosco para sempre, de uma maneira totalmente nova. Ele se fez pão, para cumprir a promessa de que estaria conosco até o fim do mundo.Jesus continua cumprindo essa promessa cada vez que se celebra a Eucaristia, em qualquer capela pelo mundo afora. E é essa presença real que vamos celebrar e recordar nessa quinta-feira. A festa de Corpus Christi foi instituída para realçar a presença de Cristo no Santíssimo Sacramento.
“Ao levar a Eucaristia pelas ruas e praças, queremos submergir o Pão descido do céu no cotidiano de nossa vida; queremos que, Jesus caminhe onde nós caminhamos, que viva onde vivemos”, disse Papa Bento XVI, lembrando o documento que criou a festa no século XIII. 
Essa celebração é um dia para lembrar-nos a centralidade de Jesus na nossa vida e também para dar testemunho dessa centralidade para outros. Participar nas diversas procissões que se realizam, na confecção dos tradicionais tapetes e, sobretudo, nas celebrações eucarísticas, são ocasiões muito boas de crescer na fé e de expressá-la publicamente.
No Antigo Testamento, vemos o povo eleito caminhar durante 40 anos no deserto rumo à Terra Prometida, guiada por Deus e alimentada por esse pão que vem do céu, o maná. Nós somos agora o povo de Deus, a Igreja, e caminhamos alimentados pelo verdadeiro Pão do Céu, Jesus Eucaristia. Como Ele mesmo disse aos discípulos que pediram o pão verdadeiro: “Eu sou o pão da vida. Aquele que vem a mim nunca terá fome; aquele que crê em mim nunca terá sede. ” (Jo 6, 35) 
 
Nessa festa, precisamos lembrar que, sem Jesus que se faz alimento, não podemos caminhar, rapidamente ficamos sem forças e perdemos o sentido de nossas vidas, perdemos a esperança. Isso experimentou o profeta Elias que, depois de caminhar um dia pelo deserto, já se sentia sem forças e desesperançado, chegando a desejar a morte. Mas Deus veio ao seu encontro e deu um alimento que renovou suas forças e o permitiu caminhar mais 40 dias. Da mesma maneira, Deus vem ao nosso encontro com a Eucaristia, verdadeiro alimento que nos dá forças para seguir caminhando.
Jesus, depois de se revelar como o Pão da vida, repreende os discípulos que já o viram, mais ainda não creem (Jo 6, 36). Que não seja esse o nosso caso. Peçamos ao Senhor que aumente em nós o dom da fé repetindo com insistência: “Senhor, dá-nos sempre desse pão! ” (Jo 6, 34) e acrescentemos: “Porque queremos que sejas o centro de nossas vidas, porque sabemos que, sem Ti, não podemos fazer nada (Jo 15, 5). Caminha sempre conosco para que possamos ter uma vida boa, santa e feliz! “
 
Que nesta solenidade do Corpo e do Sangue de Cristo, possamos crescer no amor a Deus, percebendo o seu amor por nós ao querer permanecer próximos Dele nas espécies de pão e de vinho.
Por João Antônio Johas, via A12
Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.