Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

12 conselhos do Papa para aprender a não falar mal dos outros

POPE AUDIENCE
Compartilhar

Um presente inesperado do Papa Francisco a funcionários da Santa Sé e a todos os cristãos

O Papa Francisco considera que a reforma da Cúria Romana é, em primeiro lugar, uma “reforma do coração”. Nesse contexto, através do seu secretariado privado, ordenou que todos os funcionários da Santa Sé recebessem um pequeno livro em que há dicas para evitar comportamentos prejudiciais como fofocas, rumores, críticas, “terrorismo de linguagem”, que usa a palavra como “bomba” que divide e danifica a comunhão no Vaticano e na Igreja Católica.

Colaboradores de Francisco receberam em sua mesa o livro intitulado “Non spalare male degli altri” (Não falar mal dos outros), da editora EFFATTA, escrito por Frei Emiliano Antenucci, divulgador da devoção à Virgem do Silêncio, cuja consagração mariana Francisco aprovou na prática, sem um documento oficial até o momento.

O pequeno livro também inclui a oração à Virgem do Silêncio para favorecer 12 virtudes: silêncio em si, escuta, humildade, alegria, atenção aos outros, espera, equilíbrio, docilidade, estabilidade, pureza, confiança e misericórdia.

Por que falamos mal dos outros?

  1. Porque não somos felizes
  2. Por falta de auto-estima e também de Deus
  3. Por raiva interior
  4. Para estar no centro das atenções
  5. Para manipular os outros
  6. Por inveja dos dons dos outros
  7. Por ser escravos das próprias ideias
  8. Para aumentar a nossa popularidade
  9. Para constitui um grupo isolando a pessoa que é mal falada. Para aliar-se a alguém que quer causar danos à pessoa
  10. Fofocar sobre os outros é ir contra a bênção do céu. O Senhor criou todos nós para abençoar, não para amaldiçoar
  11. Para não dialogar. O diálogo acontece na frente do outro, não de costas para ele
  12. Falar sobre os outros faz-nos sentir “justos” e nos dá uma falsa sensação de segurança, mas acaba afastando de nós o mandamento do amor de Jesus: “Não julgueis para que não sejais julgados”

Conselhos práticos para não falar mal dos outros:

  1. Antes de julgar, olhe no espelho, faça um exame de consciência
  2. Lembrar nossos próprios pecados e do amor de Cristo, que morre por nós na cruz
  3. Morda sua lingua
  4. Pare em silêncio diante de Deus
  5. Procure o lado positivo das pessoas e não o lado negativo
  6. Reze pela pessoa caluniada
  7. Seja discreto em preservar os segredos do coração confiados pelos outros
  8. Seja uma testemunha de luz, alegria e amor na vida de alguém
  9. Pergunte a si mesmo o que você fez por Cristo, o que devemos fazer por Cristo
  10. Confesse os pecados da “língua”, que destroem a paz, a alegria e a união entre as pessoas
  11. Medite na Palavra de Deus, que é um remédio para nossas próprias palavras
  12. Invoque a Virgem do Silêncio para nos ajudar neste caminho
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.