Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“Romea Strata”: novo caminho para peregrinos na Europa

REKORDOWY ROK W SANTIAGO COMPOSTELLA
Shutterstock
Compartilhar

O novo caminho atravessa a Polônia, República Tcheca, Áustria, depois entra na Itália até chegar a Roma

Do Mar Báltico às portas de Roma, o único percurso de peregrinação que vem do Leste da Europa. Estas são as características mais importantes do novo caminho europeu “Romea Strata”, apresentado na segunda-feira (24) em Aquileia, cidade na província de Údine no norte da Itália.

Fora iniciados na tarde de segunda-feira (24) na cidade de Údine, os procedimentos para a certificação de itinerário cultural do Conselho da Europa, do novo caminho “Romea Strata”. O projeto foi criado pelo padre Raimondo Sinibaldi, diretor da Fundação Homo Viator São Teobaldo e promovido pela recém formada Associação Europeia Romea Strata.

O novo caminho atravessa a Polônia, República Tcheca, Áustria, depois entra na Itália através das regiões Friuli, Vêneto, Trentino-Alto Ádige, Emilia Romanha, Lombardia e Toscana. Neste ponto o caminho europeu une-se à Via Francígena (rota medieval de peregrinação) para chegar a Roma.

Participaram da apresentação os representantes do Instituto Europeu de Itinerários Culturais, Stefano Domingoni e do Pontifício Conselho para a Promoção da Nova Evangelização, Dom Eugenio Bruno.

Irmã Naike Borgo, responsável pela comunicação de “Romea Strata” explica ao Vatican News: “O caminho europeu é um projeto nascido em 2013, graças a um Convênio inicial que formamos e trabalhamos juntos com o Centro Italiano de estudos compostelanos com o qual colaboramos, mas que hoje é formado juridicamente com a eleição do presidente e de todos os órgãos”. Os viajantes farão o caminho seguindo os passos dos antigos peregrinos até o túmulo de São Pedro e São Paulo. “O nosso objetivo – prossegue a irmã Naike – é levar os peregrinos de hoje a viver a experiência de encaminhar-se com fé através de culturas e paisagens que se encontram no percurso até Roma”. “O nosso maior desejo – conclui a religiosa – é criar uma grande via de peregrinação do Mar Báltico até Roma”.

Dom Eugenio Bruno explica: “Gostaríamos de receber a peregrinação como uma nova via de evangelização, isso significa sobretudo procurar compreender o que o homem carrega dentro de si quando se desloca, quando se coloca a caminho”. Para compreender o sentido da peregrinação é fundamental entender o papel da Igreja. “Interceptar estas necessidades do homem significa, como Igreja, interceptar o Evangelho ali onde está secretamente agindo. Para a comunidade cristã – acrescenta Dom Bruno – significa se colocar no mesmo caminho dos homens”.

Leia também: 7 grandes peregrinações católicas para a sua “lista de desejos”

(Vatican News)

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.