Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 30 Novembro |
São Mirocletes
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Soldado americano e mulher francesa que se apaixonaram durante a Segunda Guerra reúnem-se depois de 75 anos

LOVE STORY

Inside Edition | YouTube | Fair Use

Dolors Massot - publicado em 11/07/19

Um nunca esqueceu o outro

Durante a Segunda Guerra Mundial, um soldado americano chamado K.T. (Kara Troy) Robbins foi enviado para a Europa com outras tropas na primavera de 1944. Ele estava entre os soldados que desembarcaram na Normandia no Dia D, uma ofensiva que foi um ponto de virada na guerra e desempenhou um papel decisivo na derrota de Hitler e das forças nazistas.

Na França, Robbins e seu regimento ficaram estacionados em Briey, no leste da França. Foi lá que ele conheceu uma francesa de 18 anos que morava em uma cidade perto da fronteira com a Alemanha. Seu nome era Jeannine Ganaye.

Eles se apaixonaram, mas seu tempo de felicidade juntos foi curto. Robbins (que tinha 24 anos na época) foi enviado para o fronte oriental e, depois de dois meses lá, foi para casa nos EUA. Ele não conseguiu voltar à França para encontrar Jeannine. Mesmo assim, ele manteve uma foto de Jeannine.

Este ano, Robbins – agora com 90 anos – participou das comemorações do 75º aniversário do Dia D na França. Ele estava carregando com ele a foto de Jeannine que ele guardara todos esses anos. Uma emissora de televisão francesa o apresentou em um documentário sobre o evento, e quando os jornalistas ouviram a história, decidiram tentar localizar a mulher. Eles descobriram que Jeannine (agora com o sobrenome Pierson) ainda estava viva.

A equipe de TV francesa convidou Robbins para ir à Normandia, e ele disse que ficaria feliz em poder conhecer a família de Jeannine, supondo que Jeannine já estivesse morta. Em vez disso, ele se encontrou com ela, que disse se lembrar de Robbins como se ela o tivesse visto no dia anterior. Ambos estavam profundamente comovidos. “Eu sempre achei que você voltaria”, explicou ela.

Jeannine e Robbins passaram algumas horas conversando, atualizando o que aconteceu em suas vidas nos últimos 75 anos. Ambos haviam se casado com outra pessoa e agora ambos eram viúvos. Nenhum dos dois se esqueceu do outro ao longo dessas sete décadas e meia.

Quando se encontraram pela primeira vez, Robbins só falava inglês e Jeannine só falava francês, mas ela, na esperança de se reunir um dia com seu amor americano, aprendera um pouco de inglês básico. Foi o suficiente para ela entender o que Robbins queria dizer quando, durante a reunião, ele disse: “Eu sempre amei você. Você nunca saiu do meu coração”.

O amor humano no seu melhor é um reflexo do amor eterno de Deus. Quando vemos o poder de um amor respeitoso que perdura quase um século, isso lembra as palavras do Cântico dos Cânticos (8, 6-7): “Põe-me como um selo sobre o teu coração, como um selo sobre os teus braços; porque o amor é forte como a morte, a paixão é violenta como o cheol. Suas centelhas são centelhas de fogo, uma chama divina. As torrentes não poderiam extinguir o amor, nem os rios o poderiam submergir.

Tags:
AmorTestemunho
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
FIRST CENTURY HOUSE AT THE SISTERS OF NAZARETH SITE
John Burger
Arqueólogo diz ter encontrado a casa onde Jes...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia