Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 02 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
home iconAtualidade
line break icon

Paquistão: polêmico anúncio de emprego destinado apenas a cristãos

Fundação AIS - publicado em 12/07/19

As funções requeridas correspondem à limpeza e manutenção de esgotos e do sistema de saneamento básico

As autoridades paquistanesas retiraram um anúncio de emprego para o exército destinado a funções de limpeza ao nível de saneamento básico, destinado exclusivamente a cristãos.

O anúncio causou enorme polémica e no início do mês o exército retirou esse pré-requisito, abrindo a candidatura a todas as pessoas. As funções requeridas correspondem à limpeza e manutenção de esgotos e do sistema de saneamento básico.

Para a comunidade cristã a notícia do recuo das autoridades face a esta questão foi uma vitória, embora esta situação revele uma mentalidade dominante na sociedade paquistanesa que é profundamente desfavorável para com as minorias religiosas.

Recentemente, Joel Amir Sahotra, que pertence ao governo regional do Punjab, já tinha alertado em entrevista à Fundação AIS para a existência deste tipo de situações como exemplo da discriminação dos cristãos na sociedade paquistanesa actual.

De passagem por Lisboa, Joel, um cristão de 44 anos de idade, referiu que a situação dos Cristãos no Paquistão é muito delicada e que “os muçulmanos não estão preparados para aceitar e dar espaço aos membros das outras religiões, especialmente aos cristãos e hindus”.

Em 1947, quando o Paquistão foi fundado, os cristãos representavam cerca de 26% da população. Hoje são apenas 1,6%”, explicou Joel Amir. “A própria Constituição” do país “não permite que um não-muçulmano possa ser presidente ou primeiro-ministro. O que significa isto? Que há um critério duplo. Não temos os mesmos direitos.”

Na entrevista à Fundação AIS, este dirigente da comunidade cristã deu o exemplo de um outro anúncio como um caso concreto da discriminação a que a comunidade cristã está sujeita.

“Tenho comigo um anúncio de um departamento oficial, publicado num jornal nacional, em que se pedem varredores. No entanto, só não-muçulmanos podem candidatar-se aos lugares. Não interessa se as pessoas têm estudos, se têm habilitações, pois a única forma de poderem ingressar naquele departamento terá de ser como varredores. É uma injustiça. Temos uma sociedade baseada na desigualdade.”

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

Tags:
Perseguição
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
PERU
Pablo Cesio
Peru: o menino de 6 anos que reza a Deus de j...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Papa Francisco
Reportagem local
A oração diária de Advento que o Papa Francis...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia