Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Sentindo-se estressado(a)? Conheça o “susegad”, um estilo de felicidade

RELAX
By crazystocker | Shutterstock
Compartilhar

Esqueça o estilo de vida "hygge" dinamarquês, experimente a "vida tranquila" deste país predominantemente católico

Nos últimos anos, ouvimos muito sobre o estilo de vida “hygge” – a criação de um ambiente acolhedor -, defendido pelos dinamarqueses. Embora esse modo de vida seja atrativo, há outro conceito que vem de outro lugar, o Estado indiano de Goa, e parece perfeito para aqueles que querem focar no que é realmente importante na vida.

A noção de “susegad” deriva da palavra portuguesa sossegado. Não significa literalmente que você deva viver em total silêncio. É mais a “percepção inata de que você não pode e não deve lutar contra as pequenas coisas da vida”, de acordo com Perry Goes, entrevistado pela BBC.

Se você adotar essa abordagem à vida, terá mais tranquilidade enquanto absorve a beleza do que a vida tem a oferecer. Como a jornalista de Goa Joanna Lobo compartilhou: “É um domingo passado com a família, relaxando depois de um almoço recheado de arroz, peixe e legumes… É essa sensação de relaxamento, de sentir-se contente com a vida, de ser amado”.

Algumas pessoas entenderam mal o verdadeiro significado de “susegad”, acreditando ser uma abordagem meramente descontraída da vida, sinônimo de preguiça – talvez porque em Goa se faça uma pausa na jornada de trabalho no início da tarde, por causa das altas temperaturas. No entanto, como Joanna Lobo faz questão de ressaltar: “Não é preguiça É sobre decidir pelo que lutar ou desistir, e ter o bom senso de decidir entre os dois.”

Talvez parte dessa atitude se origine da rica influência católica portuguesa do local. Com os jesuítas aterrissando nesse idílico litoral em 1510, a maioria dos habitantes não apenas adotou a fé católica, mas também a língua e a cultura portuguesas. Enquanto a sesta regular era uma obrigação em um lugar que vê a temperatura regularmente ultrapassar os 30 graus, o “susegad” foi mais uma extensão desta prática para encontrar um equilíbrio perfeito entre trabalho e vida pessoal e, por fim, contentamento.

Agora lar de 1,5 milhão de habitantes – 85% cristãos, predominantemente católicos, e os 15% restantes – Goa vê comunidades se unindo, ajudando-se mutua e solidariamente. Parece que tudo faz parte da experiência do “susegad”.

É claro que pode ser difícil conseguir um intervalo no início da tarde do seu dia, mas talvez você possa começar por simplesmente esquecer todas as pequenas irritações que a vida lhe causa. Se você está cansado(a), reserve um tempo para respirar, rezar e apreciar o que é realmente importante em sua vida.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.