Aleteia

Sacrilégio: capela invadida no Rio de Janeiro, sacrário violado e hóstias profanadas

Diocese de Petrópolis
Compartilhar

Profanações de capelas e igrejas têm ocorrido com frequência crescente na América Latina e em países europeus

A capela de Nossa Senhora do Rosário e de Santo Antônio Galvão, em Guapimirim, no Rio de Janeiro, foi invadida na manhã da última segunda-feira, 15 de julho. Os vândalos danificaram diversos objetos e, o mais grave de tudo, violaram o sacrário e espalharam as hóstias consagradas pelo chão, profanando assim o Corpo de Cristo.

Dom Gregório Paixão, OSB, bispo da diocese de Petrópolis, à qual pertence a capela, divulgou nota lamentando a profanação e pedindo orações em reparação:

“É um momento triste para toda a diocese, mas um momento para se colocar em oração e rezar por quem cometeu este ato com o Cristo vivo e presente na Eucaristia e com a Sua Igreja”.

Profanações de capelas e igrejas têm ocorrido com frequência crescente na América Latina e em países europeus. Confira alguns casos:

Boletim
Receba Aleteia todo dia