Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O que aconteceu com Maria Madalena depois da ressurreição de Jesus

Mary Magdalene
Compartilhar

Embora não saibamos ao certo o que aconteceu, aqui estão algumas tradições transmitidas ao longo dos séculos

A última vez que vemos Maria Madalena na Bíblia, Jesus diz a ela: “vai a meus irmãos e dize-lhes: Subo para meu Pai e vosso Pai, meu Deus e vosso Deus” (Jo 20, 17).

Ela fez exatamente isso e proclamou a eles: “Eu vi o Senhor!” Depois disso, o restante da Bíblia é silencioso em relação a onde ela foi e ao que ela fez.

No entanto, existem diversas tradições que dão algumas pistas de para onde ela teria depois da ressurreição de Jesus.

O texto medieval conhecido como Golden Legend retrata Maria Madalena como pregadora. Por exemplo, conta uma história em que Maria Madalena ensina alguns pagãos sobre Jesus Cristo.

Quando a abençoada Maria Madalena viu as pessoas reunidas no santuário para oferecer sacrifícios aos ídolos, ela avançou, seus modos calmos e sua face serena, e com palavras bem escolhidas os chamou para longe do culto dos ídolos e pregou Cristo fervorosamente a eles.

Depois de algumas aventuras pregando o Evangelho de Jesus Cristo, o texto afirma que ela se retirou à solidão pelo resto de sua vida.

Naquela época, a bem-aventurada Maria Madalena, desejando dedicar-se à contemplação celestial, retirou-se para um deserto vazio e viveu de forma desconhecida por trinta anos em um lugar preparado pelas mãos dos anjos.

De acordo com esse relato, ela teria morrido depois de receber a Sagrada Comunhão de um padre amigo dela que morava nas proximidades.

Por outro lado, a Catholic Encyclopedia relata algumas histórias diferentes.

A Igreja grega afirma que a santa se retirou para Éfeso com a Santíssima Virgem e lá morreu, que suas relíquias foram transferidas para Constantinopla em 886 e lá estão preservadas. Gregório de Tours apoia a afirmação de que ela foi para Éfeso.

Existe até uma tradição que afirma que Maria Madalena teria ido para a França. De acordo com AtlasObscura, “quando Maria Madalena fugiu da Terra Santa, a lenda diz que se refugiou em uma caverna [perto das montanhas Sainte-Baume, no sul da França]. Esta caverna no topo da montanha é agora um mosteiro oculto chamado Santuário de Maria Madalena.”

Algumas de suas relíquias estariam localizadas em uma igreja em Aix-en-Provence, na França, perto de onde ela teria sido eremita por 30 anos.

Não se sabe ao certo qual dessas lendas poderia ser verdadeira, mas, qualquer que tenha sido o caso, Maria Madalena provavelmente teve um lugar privilegiado na Igreja primitiva por seu encontro pessoal com o Senhor Ressuscitado.

São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.