Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quantos santos católicos existem?

SAINTS
Compartilhar

A resposta para essa pergunta pode variar, dependendo da definição de “santo”

A palavra “santo” vem do latim sanctus. Durante os primeiros séculos da Igreja, esse título foi dado gratuitamente a todos aqueles, principalmente mártires, que eram conhecidos publicamente por sua santidade.

Em 1588, a Congregação para as Causas dos Santos do Vaticano foi oficialmente criada para ajudar a regulamentar este título e ser mais seletiva em relação ao processo de canonização formal.

Poucas pessoas tiveram tempo de analisar até mesmo esses vários séculos de santos e chegar a uma lista de santos oficialmente canonizados.

Mas, afinal, é possível saber quantos santos existem? Especialistas dizem que há entre 1.000 e 8.000 santos reconhecidos pela Igreja Católica. No entanto, isso pode não incluir o grande número de pessoas canonizadas nas últimas décadas.

Por exemplo, São João Paulo II canonizou 482 santos, o Papa Bento XVI canonizou 45 e o Papa Francisco, 893. Estes números são muitas vezes elevados devido às canonizações “massivas”, como a canonização de 800 mártires italianos pelo Papa Francisco em 2013.

Por outro lado, a maioria das pessoas concorda que o número de “santos” é impossível de calcular, pois o termo também pode se referir a todas as pessoas que estão no Céu.

Alguns estudiosos afirmam que houve pelo menos 100 bilhões de nascimentos desde o início da existência humana. Quantas dessas pessoas estão no Céu é uma questão de especulação, e nenhum de nós saberá definitivamente isso até o fim de nossas vidas na Terra.

O que importa é que todos são chamados à santidade e devem se esforçar para se tornarem santos. A santidade é alcançável para qualquer um que deseje um relacionamento íntimo com Jesus e possa ser alcançado em qualquer profissão ou vocação na terra.

Boletim
Receba Aleteia todo dia