Aleteia logoAleteia logoAleteia
Domingo 25 Fevereiro |
Aleteia logo
Atualidade
separateurCreated with Sketch.

Netflix apoia aborto e perde assinantes

Televisão

r.classen - Shutterstock

Reportagem local - publicado em 26/07/19

Será mera coincidência?

No primeiro semestre deste ano, a Netflix declarou apoio público ao aborto ao ameaçar com boicotes o estado norte-americano da Geórgia, que tinha acabado de aprovar uma nova lei em defesa da vida dos nascituros. Mas o boicote que a empresa multinacional experimentou de verdade foi contra si própria: segundo o jornalista espanhol Juanjo Romero, o último balanço trimestral da Netflix apresentou perda de 126 mil assinaturas nos Estados Unidos, contra um planejamento que previa ganhar 352 mil novos assinantes.

Quanto à projeção mundial, a Netflix estimava 4,8 milhões de novos assinantes no período, mas não passou dos 2,8 milhões.

É claro que outros vários fatores explicam o declínio, mas é difícil negar o impacto da postura ideológica adotada pela Netflix e fingir que não houve consequências da decisão executiva de desafiar publicamente uma lei estadual que protege bebês em gestação.




Leia também:
Disney e Netflix ameaçam boicotar Estado que aprovou lei anti-aborto nos EUA

Tags:
AbortoCinemaIdeologiaSociedade
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia