Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 27 Novembro |
São Máximo de Lérins
home iconEstilo de vida
line break icon

Por que a rotina de dormir dos seus filhos deve ser uma prioridade

BEDTIME

Rido | Shutterstock

Calah Alexander - publicado em 29/07/19

Às vezes a vida parece ocupada demais para rituais prolongados da hora de dormir. Mas o que estamos sacrificando quando os interrompemos?

A “hora de ir para a cama” costumava ser um evento em nossa casa. E eu não estou falando das tarefas que antecedem a hora de dormir – banho / pijama / escovar os dentes… Falo do momento em que as crianças iam para a cama até quando pegavam no sono.

Nós sempre começávamos com uma história, que podia desencadear ​perguntas e debates. Depois vinham as orações, que podiam conduzir a mais debates. Então cantávamos a canção de ninar, vinham os beijos e o “boa-noite”. E como sempre, todas as noites, eles tinham algo mais a dizer.

Às vezes, pedidos de água ou para usar o banheiro. Mas, não raro, surgiam questões que os preocupavam, mágoas e medos. Era um momento precioso de conexão e vulnerabilidade para todos nós.

À medida que as crianças cresceram, nossa vida familiar ficou mais agitada, e eu comecei a trabalhar mais. Normalmente, ainda tenho uma lista de tarefas para concluir depois que coloco as crianças na cama.

Meu telefone parece um carcereiro, constantemente me lembrando de todas as mensagens que tenho para responder ou coordenar. Como resultado, a hora de dormir tornou-se mais curta e direta. Fiquei dizendo a mim mesmo que era necessário por um tempo, até as coisas se acalmarem. Mas recentemente aceitei que isso não é apenas um período, é a vida.

Sinto falta de ser uma mãe dona de casa com tempo para assar pão caseiro e fazer receitas longas e complicadas. Posso até considerar isso um luxo. Mas aquelas conversas na hora de dormir não eram luxo.

Elas eram uma parte vital da nossa vida familiar e me ajudavam a me manter fundamentada no meu relacionamento com meus filhos.

Como não temos tido mais esses momentos nos últimos meses, uma sensação forte me bateu: do que eu realmente sinto falta é da conexão com meus filhos. Estou sentindo falta da conexão que costumava ter com eles. De uma maneira real, sinto falta dos meus filhos – embora eu os veja o tempo todo, todos os dias. E eu sei que eles estão sentindo a minha falta, porque eles me dizem isso. Todo dia.

Meu equilíbrio entre trabalho e vida pessoal saiu dos trilhos. Tenho de tornar “a hora de ir para cama” uma prioridade novamente. Estabelecer uma hora sagrada, não importa o quê – sem telefone, sem trabalho, nada além de mim e meus filhos, e liberdade para falar sobre qualquer coisa e tudo que está acontecendo na vida deles.

Mas eu me conheço. Não importa quão sinceras sejam as minhas intenções, chegará uma noite em que estarei sobrecarregada pelas tarefas que ainda me aguardam e vou recorrer ao corte da hora de dormir de novo.

A paternidade/maternidade é difícil. Está cheia de distrações, obrigações e compromissos. Há lição de casa para verificar, almoço para fazer, atividades, obrigações, e a lista continua. Mas raramente colocamos nosso relacionamento com nossos filhos nessa lista, e isso deve estar no topo.

Precisamos desse tempo de qualidade de conexão tanto quanto nossos filhos precisam. Precisamos saber o que está acontecendo com eles, ter tempo de derramar amor em suas pequenas almas e deixá-los derramar o amor de volta em nós. É nossa tarefa principal, nosso dever sagrado e nosso propósito final.

Tags:
CriançasEducaçãoEducação dos Filhossono
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Jesús V. Picón
Padre com câncer terminal: perde os olhos, ma...
Papa Francisco com máscara contra covid
Reportagem local
As 3 “covids” do Papa Francisco
MARADONA
Pablo Cesio
Pelé sobre Maradona: "Espero que um dia jogue...
WEB2-COMMUNION-EUCHARISTIE-HOSTIE-GODONG-DE354465C-e1605635059906.jpg
Reportagem local
Internado na UTI, Pe. Márlon Múcio continua c...
John Burger
A melhor maneira de contar a seus filhos a ve...
MARYJA
Philip Kosloski
A melhor oração mariana para quando você prec...
POINSETTIAS,CHRISTMAS,ALTAR
A. J. Clishem
O segredo do grau de inclinação da cabeça de ...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia