Aleteia

Modelo brasileira com síndrome de Down vira capa de revista internacional

Georgia Furlan
Compartilhar

Depois da fama, a adolescente quer se tornar atriz de novela

Ela é sucesso no mundo da moda e também na internet. Com 133 mil seguidores nas redes sociais, a modelo Georgia Furlan, de 15 anos, deu um grande passo na sua carreira: em julho, ela estampou a capa da revista australiana Katwalk Kids Fashion Magazine.

Mas essa não foi só a grande conquista profissional da adolescente, que tem síndrome de Down. Este ano ela ainda ficou entre os finalistas do prêmio Global Social Awards – o maior evento do mundo de mídias sociais –, que aconteceu  em maio, em Praga, na República Tcheca.

O futuro

A modelo que está conquistando o mundo tem grandes sonhos: quer ser capa de alguma revista brasileira e se tornar uma atriz profissional. Incentivada pelos pais, ela já estuda teatro, dança e patinação artística.

Paixão pela moda

A modelo afirma que sempre gostou de se vestir bem, de andar bem maquiada e fotografar. Um talento que vem de berço: a mãe de Georgia chegou a ser finalista do concurso Miss Mundo Santa Catarina, estado onde a família mora.

Carreira internacional

Georgia, hoje, trabalha para cinco agências de modelo e viu sua fama chegar ao exterior depois que ganhou espaço na internet. Tudo começou depois que ela desfilou pela primeira vez no Projeto Passarela, em 2015, um evento que revela novos talentos do Brasil para o mundo. Segundo a mãe de Georgia, que não poupa tempo e nem disposição para levar a menina aos concursos, a revista australiana viu na história da modelo uma inspiração para outras pessoas e, então, fez o convite.

“Sentia que ela ficava muito bem na frente das câmeras. Até, então, via várias pessoas com síndrome de Down em subempregos e me perguntava: ‘Por que não uma modelo com Down?’”, disse a mãe de Georgia, que nunca se conformou com a realidade do mercado de trabalho para pessoas com deficiências intelectuais ou de desenvolvimento.

Com o sucesso profissional, a adolescente, que está no nono ano da escola, é motivo de inspiração para seus colegas de classe. “Fiquei feliz e muito honrada com esse convite para ser capa da revista. Adorei o resultado final. Fez muito sucesso na escola”, comemorou Georgia.

Com informações de Sempre Família 

Boletim
Receba Aleteia todo dia