Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 02 Dezembro |
São Cromácio de Aquileia
home iconAtualidade
line break icon

México registra terceiro assassinato de jornalista em menos de uma semana

POLLUTION

PEDRO PARDO | AFP

Agências de Notícias - publicado em 04/08/19

Veracruz, estado violento, marcado pela presença do crime organizado, registrou até quinta-feira o assassinato de 22 jornalistas em seu território

O assassinato do repórter Jorge Celestino Ruiz na sexta-feira à noite demonstra as dificuldades que os jornalistas encontram no México, onde outros dois profissionais da imprensa foram mortos durante a semana.

Organizações como Repórteres Sem Fronteiras (RSF) e Article 19 apontam o país como um dos mais perigosos do mundo para o exercício da profissão, com mais de 100 jornalistas mortos desde o ano 2000.

Ruiz, repórter do jornal Gráfico de Xalapa, foi assassinado a tiros no município de Actopan, na região central do estado de Veracruz, informou o prefeito da cidade, Paulino Domínguez.

Uma fonte policial que pediu anonimato afirmou à AFP que a casa de Ruiz foi atacada a tiros em outubro do ano passado.

Na ocasião, o veículo do jornalista também foi atingido por tiros em uma tentativa de intimidação, de acordo com a mesma fonte, que não revelou os motivos nem os possíveis autores das agressões.

Colegas afirmaram que depois de denunciar as tentativas de assassinato, Ruiz esperava receber proteção do governo de Veracruz e evitava assinar suas matérias.

Veracruz, estado violento, marcado pela presença do crime organizado, registrou até quinta-feira o assassinato de 22 jornalistas em seu território, de acordo com a Comissão Nacional de Direitos Humanos (CNDH).

O crime que matou Ruiz aconteceu menos de 24 horas depois do assassinato de Édgar Alberto Nava, diretor e editor do portal de notícias ‘La Verdad de Zihuatanejo’, no estado de Guerrero (sul).

Na terça-feira, o corpo de Rogelio Barragán, diretor do portal ‘Guerrero Al Instante’, foi encontrado na mala de um carro abandonado no estado de Morelos (centro).

Na quarta-feira, a redação do jornal ‘El Monitor de Parral’, na cidade de mesmo nome, no estado de Chihuahua, foi atacada com bombas incendiárias.

A CNDH destacou esta semana as “condições adversas” para o exercício do jornalismo no país.

Até quinta-feira, a RSF contabilizava o assassinato de oito jornalistas no México em 2019.

(AFP)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
PERU
Pablo Cesio
Peru: o menino de 6 anos que reza a Deus de j...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
SANTUÁRIO DE APARECIDA INTERIOR BASÍLICA
Reportagem local
Suposto surto de covid-19 entre padres do San...
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento...
READING
Gelsomino Del Guercio
3 regras fundamentais para os leitores da mis...
Papa Francisco
Reportagem local
A oração diária de Advento que o Papa Francis...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia