Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 02 Agosto |
Santo Eusébio de Vercelli
home iconAtualidade
line break icon

Cruz que resistiu a uma bomba atômica retorna a Nagasaki

IMMACULATE CONCEPTION CATHEDRAL

Public Domain

J-P Mauro - publicado em 09/08/19 - atualizado em 09/08/19

Símbolo duradouro da fé está de volta ao histórico centro do catolicismo japonês

Uma grande cruz de madeira, que esteve presente e resistiu ao bombardeio de Nagasaki, está sendo devolvida ao Japão depois de três quartos de século no exterior.

Às 11:01 da manhã de 9 de agosto de 1945, ou seja, 75 anos atrás, as forças americanas lançaram uma bomba atômica na cidade japonesa de Nagasaki. A explosão causou a morte de cerca de 40 mil pessoas, e deixou dezenas de milhares de vítimas dos efeitos da precipitação nuclear.

Na época, Nagasaki era amplamente considerado o centro do catolicismo no Japão, em grande parte graças aos esforços de São Francisco Xavier, que dedicou sua vida à evangelização no mundo oriental. Naquela manhã fatídica, a Catedral da Imaculada Conceição de Nagasaki foi atingida pela explosão e toda a igreja foi derrubada. Milagrosamente, no entanto, a grande cruz de madeira do topo do prédio sobreviveu.

Sobre o assunto, Maryann Cusimano Love, professora de relações internacionais da Universidade Católica da América, observou à agênciaCNA:

“Na verdade, os católicos estavam adorando em Nagasaki, na catedral, no momento em que a arma atômica foi lançada. Todas as pessoas da catedral foram mortas”.

A CNA informa que a cruz foi descoberta por Walter Hooke, um católico e fuzileiro naval dos EUA baseado em Nagasaki, que foi levado pelo símbolo não danificado de sua fé em meio à destruição. Hooke levou a cruz para a casa da mãe dele, que a doou para o Peace Resource Center, uma organização que abriga materiais de referência relacionados aos bombardeios atômicos de Hiroshima e Nagasaki.

Agora, em um “gesto de paz e reconciliação”, a cruz deve ser devolvida a Nagasaki, e voltará para a Catedral da Imaculada Conceição, que foi reconstruída em 1959.

Tags:
Cruz
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
4
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia