Aleteia

Por que só o padre pode presidir a Missa?

PRIEST,EUCHARIST,HOST,CONSECRATION
Jeffrey Bruno | Aleteia
Compartilhar

Os padres são instrumentos de Cristo!

No mundo de hoje as pessoas dizem que as coisas devem mudar e chegam a falar até mesmo sobre a liturgia da Santa Missa. Será que qualquer um pode presidir a Missa? Será que ela pode ser mais “democrática”?

Na verdade, acho que há uma falta de compreensão da parte daqueles que falam assim, pois não conhecem o que significa o Dom da Igreja e seus sacramentos.

Quando estamos reunidos para a celebração, dizemos que estamos na Assembleia Litúrgica, e ela é muito inclusiva. Todos nós podemos participar e podemos ter algum tipo de função ou ministério.

Contudo, existe uma ordem, um só celebrante, é o próprio Cristo. Pelo Sacramento da Ordem, aqueles que o recebem tornam-se Presbíteros, os “famosos” padres. É uma verdadeira vocação de serviço à Igreja.

Esta Igreja não é desorganizada ou caótica. Pelo contrário, ela faz parte dos desejos de Deus desde a criação do mundo, e com a vinda de Nosso Senhor inaugura-se a Nova Aliança. Como tudo o que é pensado e planejado, tem uma organização e estrutura. Assim, desde a escolha dos doze Apóstolos até a instituição da Eucaristia, podemos ver o cuidado que Jesus teve ao escolher e ensinar o “como” deveriam ser feitas as ações sagradas.

O Sacramento da Ordem concede ao presbítero a faculdade, a capacidade, de agir in persona Christi, ou seja, como se fosse o próprio Cristo; ele é um instrumento de Cristo, é o dom sacerdotal na sua plenitude. Só ele é quem está autorizado a celebrar a missa, e se ele for o Pároco, é também o responsável por todas as atividades da Paróquia, assim com o bispo é o responsável pela diocese e o Papa por toda a Igreja. É uma vocação ao serviço, viu?

Sem eles não teríamos mais missas, e os sacramentos seriam muito difíceis de serem realizados. Não teríamos as confissões sacramentais para purificar-nos de nossas faltas. Nossa vida cristã seria muito diferente.

Por isso, agradeçamos a Deus pelo dom da Sagrada Ordem, que leva homens generosos a entregarem suas vidas a Deus de maneira tão abnegada.

Por Fábio Santos, via Jovens de Maria 

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia