Aleteia logoAleteia logoAleteia
Terça-feira 23 Abril |
Aleteia logo
Histórias Inspiradoras
separateurCreated with Sketch.

Fé explícita: Pan 2019 teve Ave-Maria e agradecimentos a Deus e Nossa Senhora

Jogos Pan-Americanos 2019

Valéria Kumizaki (Instagram) / Captura de Tela

Aleteia Brasil - publicado em 12/08/19

Vitória da fé: karateca brasileira agradece a Deus e Maria pela medalha de ouro; nossa equipe de ginástica rítmica se apresenta ao som da Ave-Maria

Os Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 foram encerrados na noite de ontem – e, ao longo da competição, não faltaram mostras de fé por parte de atletas brasileiros.

Destacamos dois episódios:

Ouro para Deus e Nossa Senhora

A karateca brasileira Valéria Kumizaki agradeceu explicitamente pela sua medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Lima 2019 a Deus e a Nossa Senhora Aparecida. Após superar a canadense Kathryn Campbell na final do karatê, categoria 55 quilos, a atleta de 34 anos, que também é sargento do exército brasileiro, publicou no Instagram:

“Obrigada meu Deus e minha Nossa Senhora Aparecida! Essa vitória dedico ao meu professor Renato Franco que cuida de mim lá de cima. Obrigada minha família por todo apoio, a todos da comissão técnica e aos meus patrocinadores que confiam em mim!”

A aberta demonstração de fé não ficou apenas nas redes sociais: já durante a premiação, Valéria segurava nas mãos, juntamente com a medalha, também um rosário prateado. E não é a primeira vez que a atleta brasileira manifesta as suas convicções de fé com firmeza em público: nos jogos de Toronto, em 2015, quando também tinha sido campeã, ela mais uma vez estava com o terço na mão.

[protected-iframe id=”edc6868352ae9fb5cdeade5b1d58cd87-95521271-93006076″ info=”//www.instagram.com/embed.js” class=”instagram-media”]

Ao som da Ave-Maria

Outro testemunho brasileiro de fé durante estes jogos na capital peruana veio no domingo passado, 4 de agosto, quando a equipe de ginástica rítmica levou o bronze na prova de cinco bolas. A música escolhida pelas atletas para a sua apresentação foi nada menos que a Ave-Maria – e, intencionalmente ou não, os collants azuis das jovens de 16 a 19 anos também evocavam a cor do manto de Nossa Senhora.

A apresentação completa da equipe de ginástica rítmica ao som de Ave-Maria pode ser apreciada em vídeo na página da emissora oficial dos Jogos Pan-Americanos 2019:

ACESSAR

Tags:
DeusEsporteNossa SenhoraTestemunho
Top 10
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia