Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Cardeal alerta: “Pairam nuvens densas sobre o planeta; não sabemos o amanhã”

OUELLET;
Compartilhar

“A mensagem de Fátima permanece mais atual do que nunca”, destacou o prefeito da Congregação para os Bispos

O cardeal Marc Ouellet, prefeito da Congregação para os Bispos, afirmou que a mensagem de Fátima “é e continua a ser a paz” e “permanece mais atual do que nunca”. Ele presidiu, no Santuário Nacional de Fátima, a Peregrinação Internacional Aniversária neste mês de agosto. Trata-se do evento que celebra a quarta aparição de Nossa Senhora aos pastorinhos portugueses: a única não ocorrida na Cova da Iria e a única não registrada em um dia 13, já que, em 13 de agosto de 1917, os três pequenos videntes estavam presos na cidade de Ourém.

O tema da peregrinação internacional deste mês é “Tempo de graça e misericórdia: dar graças por peregrinar em Igreja“.

Disse, na ocasião, o cardeal canadense:

“A mensagem de Fátima permanece mais atual do que nunca, porque nuvens carregadas pairam sobre o planeta e nós não sabemos o que o amanhã nos reserva. Apesar de que o Santo Padre tem multiplicado as iniciativas e assumido a defesa dos mais vulneráveis na causa da paz, nomeadamente por meio da promoção de uma ecologia humana integral, muitos são os líderes políticos que se fecham cada vez mais ao diálogo, à compaixão e à paz”.

Na homilia, o cardeal Ouellet reforçou a respeito de Fátima:

“Contemporânea da Primeira Guerra Mundial e do seu epílogo revolucionário na Rússia, [a mensagem] permanece mais atual do que nunca: é é e continua a ser a paz, a garantia da paz, da oração e da penitência para a paz do mundo.

Sentimo-nos totalmente impotentes na conjuntura atual da história, mas estamos certos de que Nosso Senhor opera de forma singular na história desde que Sua mãe pronunciou o ‘fiat’ ao anúncio do Anjo.

O nosso olhar sobre Maria e o olhar de Maria sobre nós, iluminados pelo Espírito Santo, fazem de nós criaturas novas, homens e mulheres de esperança, peregrinos que, de repente, sentem que o fardo é mais leve; pobres que, repentinamente, param de se queixar e começam a ter compaixão pelos que são mais vulneráveis e sofredores”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia