Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quarta-feira 28 Outubro |
São Sálvio
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Obra Kolping: o menino que comia lama e hoje cuida dos irmãos necessitados

Obra Kolping do Brasil - Marabá / Divulgação

Aleteia Brasil - publicado em 15/08/19

Ronaldo, 18 anos, estuda e trabalha como empacotador para sustentar o irmão autista de 26 e o irmão do meio, de 22, que cuida do mais velho

Ronaldo Gomes de Araújo é empacotador no Supermercado Colinas, em Carajás, no Estado brasileiro do Pará, e, aos 18 anos de idade, já acumula na vida uma surpreendente bagagem de desafios – muitos deles vencidos, muitos outros ainda por vencer.

Comendo lama

Quando tinha 5 de idade, ele e dois irmãos mais velhos foram levados a um abrigo público porque a mãe sofria de distúrbios mentais severos e o pai era idoso demais para cuidar adequadamente das crianças. A situação havia sido denunciada à Secretaria de Assistência Social, como descaso, por moradores do bairro. Uma das vizinhas acolheu Ronaldo em sua casa e lhe deu comida, mas notou um persistente sangramento em seu nariz. Acionou um conselheiro tutelar e os três meninos foram levados para o Espaço de Abrigo Provisório. recorda.

Sobre aquele tempo, Ronaldo relata:

“Eu tinha uma doença grave e por causa disso vivia comendo lama, no chão. Meus pais não conseguiam continuar a nossa criação e acabamos no abrigo. Lá eu fui bem cuidado, com meus irmãos. Ninguém nunca quis saber de adotar a gente. Fiquei lá por 12 anos e só saí aos 17, quando provei ao juiz da infância que eu estava trabalhando e poderia cuidar dos meus irmãos”.

Ronaldo foi entrevistado nesta segunda-feira, 12, pelo jornal paraense Correio de Carajás. Ele acabava de ser apresentado aos novos alunos do curso Qualifica 2, oferecido pela Obra Kolping do Brasil, neste semestre, a 240 adolescentes e jovens da cidade.

A doença de que o garoto sofria era a púrpura trombocitopênica idiopática (PTI), um distúrbio autoimune caracterizado pelo ataque das próprias defesas às plaquetas, prejudicando a coagulação do sangue. Levado a Belém para tratamento, ele foi curado.

Mas o ponto de virada na vida de Ronaldo foi, segundo ele próprio, a Obra Kolping.

O que é a Obra Kolping

A organização social internacional Kolpingwerk, sediada em Colônia, na Alemanha, é uma associação de jovens católicos trabalhadores, inspirada nas atividades do padre alemão Adolph Kolping.

As primeiras Sociedades Kolping locais começaram a trabalhar conjuntamente em 1850, vindo a estabelecer uma organização propriamente dita só em 1935, quando a iniciativa adotou oficialmente o nome de Obra Kolping.

Trata-se de uma rede que opera em 60 países e conta com 450.000 membros em 5.800 Sociedades Kolping. A maior concentração da Rede Kolping fica na Alemanha, com mais 275 mil membros filiados, distribuídos por 2.700 associações locais. A instituição atua em diversas frentes e de com alto grau de independência: cada paróquia ou região eclesiástica, aliás, tem a sua própria Sociedade Kolping.

Em Marabá, a Obra Kolping do Brasil mantém o Centro Profissionalizante Pedro Arrupe, que, nesta segunda-feira, recebeu com entusiasmo os 240 alunos matriculados em um dos oito cursos oferecidos neste segundo semestre. O evento reuniu 300 pessoas, entre alunos e familiares, para abrir a segunda etapa do projeto Qualifica, apoiado pelo Ministério Público Estadual, pelo Ministério Público do Trabalho e pela Prefeitura de Marabá.

Via site da Prefeitura de Marabá

Diretora da entidade há mais de duas décadas, Andreia Rodrigues Moura conta que a iniciativa se mantém com a ajuda de parceiros e com o comprometimento dos educadores. Como resultado, muitas empresas da região procuram mão-de-obra qualificada entre os alunos do Centro Profissionalizante.

Os cursos ali oferecidos se organizam em duas grandes áreas: indústria e administração. Eles incluem, por exemplo, informática básica e avançada, mecânica, eletricidade e formação de auxiliares administrativos, de contabilidade e de almoxarifado. A duração dos cursos é de 5 a 6 meses, após os quais os jovens qualificados são registrados num banco de dados disponibilizado às empresas que procuram colaboradores. Andreia completa:

“Mais de 30 mil jovens passaram por essa instituição e pelo menos 70% ingressaram no mercado de trabalho”.

Ali Ronaldo já cursou informática, mecânica, administração e almoxarifado. Além de trabalhar como jovem aprendiz, ele continua estudando no CEEJA (Centro Estadual de Educação para Jovens e Adultos), que oferece um percurso de aceleração do ensino fundamental para quem tem poucas oportunidades de estudar seguindo as etapas usuais do sistema educacional.

Irmãos e sonhos

O irmão mais velho de Ronaldo tem 26 anos de idade e é autista. O do meio tem 22 e dedica praticamente 24 horas do dia a cuidar do mais velho, em casa. Cabe então a Ronaldo, com seu trabalho de empacotador, gerar receita para sustentar a casa e os irmãos. Sua clareza quanto a essa responsabilidade, que ele enxerga como propósito, é inspiradora e tocante:

“Eu tenho uma missão e vou cumprir. Quero cuidar deles e vou conseguir”.

Além desta missão, Ronaldo tem dois sonhos claros no coração: estudar medicina, para proporcionar mais qualidade de vida ao irmão autista, e construir uma nova casa no lugar daquela que herdaram dos pais e na qual moram hoje em condições precárias.

A realidade é encarada por ele com objetividade e propósito em vez de lamúrias e resignação. Por isso mesmo, no entanto, ele não deixa de observar uma situação paralela injusta e comum:

“Eu vejo muitos jovens que têm melhores condições de vida do que a gente e não valorizam, não querem estudar nem trabalhar”.

A Obra Kolping e a realização de sonhos

Secretário adjunto de Educação de Marabá, Orlando Morais participou da aula inaugural do Qualifica e testemunhou que, quando adolescente, ele próprio tinha o sonho de estudar na Obra Kolping. Motivando os alunos a se dedicarem ao máximo e valorizarem o esforço dos pais e dos educadores, ele enfatizou que um futuro melhor para eles mesmos e para a sua futura família será construído com base nesse empenho.

“Esse é um lugar de desafios, mas também de oportunidades. Espero que vocês honrem os nomes dos pais de vocês e cheguem o mais rápido possível no mercado de trabalho”.
Via site da Prefeitura de Marabá

Dom Vital Corbelini, bispo de Marabá, fez questão de participar do evento e de reforçar a mensagem de esperança e comprometimento pessoal aos alunos e seus pais. Destacando a importância da Obra Kolping, ele ressaltou o vínculo que existe entre um futuro de prosperidade e o conhecimento que os alunos têm ali a oportunidade de adquirir para uma vida melhor com boa qualificação profissional.

____________

Com informações do Correio de Carajás

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
EducaçãoJuventudeSuperaçãoTrabalhoVirtudes
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Pe. Zezinho
Francisco Vêneto
Duas emissoras brasileiras deturpam fatos em ...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia