Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 05 Dezembro |
São Saba
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

O homem que foi ordenado padre pelo próprio filho

Reportagem local - publicado em 19/08/19

Viúvo e aos 80 anos, Padre Vicente Mellilo recebeu a ordenação pelas mãos do filho, que era bispo

Deu na revista O Cruzeiro, de outubro de 1968:

“Na catedral metropolitana de São Paulo, um senhor, de idade avançada, as mãos piedosamente postas sobre o peito, estola diaconal sobre a alva que lhe cobria o corpo, ajoelhou-se ante o altar-mor. À sua frente, de pé sobre os degraus, com os paramentos episcopais, Dom Aniger Francisco Maria Melillo, bispo de Piracicaba, estendeu as mãos sobre a cabeça branca do ancião, dizendo: Tu és sacerdos in aeternum. Um novo sacerdote ingressava naquele instante, nas fileiras eclesiásticas.”

Mas não foi apenas a idade avançada (80 anos) do novo padre que chamou a atenção naquela emocionante cerimônia: o bispo que realizou a ordenação era filho do padre. Isso mesmo: após ficar viúvo, Vicente Melillo decidiu seguir o sacerdócio.

A revista da época ainda narrou o momento singular tanto para o pai quanto para o filho, que dividiam o altar naquele momento:

“O neo-presbítero, a quem o bispo, tão carinhosamente, segundo a liturgia, chamava de filho, era, na realidade, o pai daquele que acabara de lhe conferir a ordenação sacerdotal. Ao final da cerimônia, Dom Aniger Francisco Maria Melillo ajoelhou-se diante de seu pai, o Padre Vicente Melillo, e beijou-lhe as mãos, que minutos antes ele ungira com o santo óleo.”

Vida e obra de Padre Vicente Melillo

Segundo o historiador Claudinei Pollesel, Vicente Melillo foi um imigrante italiano, advogado, escritor e comendador influente na sociedade paulista.

Ele chegou ao Brasil com três meses de idade e fixou residência em Campinas, no interior de São Paulo, onde casou-se e teve uma vida culturalmente ativa na cidade. Foi redator e editor de vários jornais e revistas do município.

Na década de 1920, mudou-se para São Paulo para exercer a advocacia.

Vicente Melillo foi pai de onze filhos. Entretanto, três morreram ainda muito jovens. Os outros tiveram carreiras bem-sucedidas:Vicente de Paulo, médico e professor; Aniger, 2º Bispo Diocesano de Piracicaba; Santa, poetisa; Regina, escritora; Irene, assistente social; Zuleika, religiosa da Ordem da Visitação de Santa Maria; Auta, filósofa; Pérola, professora e historiadora.

Assistência social e sacerdócio

Melillo foi fundador e membro Assistência Vicentina aos Mendigos, em São Paulo. Atuou na associação durante 30 anos. Ele também fundou um asilo na capital paulista, onde abrigava idosos, doentes e crianças abandonadas. O local chegou a ter 50 pavilhões e era um centro de ajuda a quem contraía a tuberculose.

Vicente Melillo também criou a Colônia Agrícola de Bussocaba, que prestava assistência social aos menos favorecidos. E foi lá que ele recebeu o convite para ser padre.

Durante uma visita, D. Angelo Rossi, então cardeal de São Paulo, disse que o local estava carente da presença de Deus e que Melillo seria um instrumento do Senhor, se ele aceitasse a ser sacerdote.

Claro que ele aceitou! Sua condição de viúvo permitia que ele fosse ordenado, o que de fato aconteceu.

Com autorização do Papa Paulo VI, Vicente Melillo foi dispensado dos estudos de Teologia em seminário e recebeu as Ordens Menores, o subdiaconato e o diaconato. No dia da Assunção de Nossa Senhora, ao 80 anos de idade, ele recebeu a Ordenação Sacerdotal, que lhe foi conferida pelo próprio filho, que era bispo.

Extrema Unção

O Padre Vicente celebrou mais de mil missas em três anos de sacerdócio. E foram as mãos do seu filho, D. Aniger, que lhe proferiram a Unção dos Enfermos – as mesmas mãos que o haviam ordenado padre.

Fontes:

http://www.hagopgaragem.com/familia_pe_vicente_melillo.html

http://familiapollesel.blogspot.com/2009/01/padre-vicente-melillo-heri-da-caridade.html




Leia também:
4 histórias emocionantes de viúvos e pais de família que viraram padres católicos

Tags:
PadresReligiãosacerdocio
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
HUG
Dolors Massot
Médico abraça paciente com Covid-19 que chora...
PADRE NO ALTAR DA MISSA
Reportagem local
Missa de Crisma é interrompida por policiais ...
Missa de Crisma
Reportagem local
Arcebispo detona interrupção de Missa: "Ocorr...
BOKO HARAM NIGÉRIA
Francisco Vêneto
Terroristas islâmicos degolam mais de 100 pes...
Bispo brasileiro Dom Antônio Carlos Rossi Keller
Reportagem local
Mais um bispo brasileiro detona: "Autoridades...
Aleteia Brasil
Oração do Advento
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia