Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Como cozinhar para os outros é um ato especial de amor

MAŁŻEŃSTWO W KUCHNI
Becca Tapert/Unsplash | CC0
Compartilhar

Há um grande significado nos gestos simples de preparação dos alimentos

No final de semana, minha esposa e eu fomos jantar na casa de uns amigos. Entre crianças e adultos, havia quinze pessoas à mesa. É um daqueles bons momentos da vida. E, no centro da festa, estava a generosidade dos nossos amigos, que começaram a preparar tudo muitas horas antes do jantar começar.

Cozinhar para outras pessoas é um ato admirável de amor. Talvez estejamos muito acostumados a ver nossa avó, nossa mãe, nosso pai ou nossa esposa preparando o almoço ou jantar, e não percebemos o quanto de doação está envolvida. Devemos parar e apreciar isso. Todos sabemos que quando você prepara comida para outras pessoas, o maior pagamento que você pode receber por seus esforços é ver as pessoas à mesa aproveitando o que você preparou.

Alimentar as pessoas que amamos é um ato que vai além das necessidades biológicas do corpo. Não é apenas colocar comida na frente deles. Envolve pensar no cardápio de antemão, comprar os mantimentos necessários, levando em conta os gostos e limites alimentares de cada pessoa, pensando no valor nutricional e em muitas outras coisas.

Alguém que cozinha para a família e os amigos sabe que cozinhar significa pensar nos outros constantemente. Nós cozinhamos com nossos corações tanto quanto com nossas mãos, porque geralmente quando cozinhamos, é para outras pessoas, para torná-las felizes e contentes.

Quando falamos de gestos de amor, os mais comuns que podemos pensar são abraços, beijos ou simplesmente as palavras “eu te amo”, mas nem todos expressam o amor da mesma maneira. Muitas vezes, cozinhar uma boa refeição para alguém é um importante gesto de amor, que devemos reconhecer e apreciar.

A próxima vez que você se sentar à mesa, quando você agradecer a Deus pela sua comida, seja grato não apenas por tudo que foi preparado para você com tempo e cuidado, mas também por aquela pessoa que te ama, que pensou em você enquanto preparava a refeição. Então, pelo menos com seu olhar – ou, melhor ainda, com suas palavras e ações – responda a esse amor com amor. Essa pessoa merece isso. Gratidão também é amor, e do melhor tipo.

Boletim
Receba Aleteia todo dia