Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Oração pela proteção da Amazônia

MATO GROSSO
Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso
Compartilhar

Diante dos incêndios que atingem a região, religioso incentiva os fiéis a rezar esta oração especial

Diante dos incêndios que estão devastando parte da Amazônia, o arcebispo metropolitano de Piura, no Peru, Dom José Antonio Eguren, encorajou os fiéis a “pedir a Deus a proteção de nossas florestas amazônicas.

De acordo com a NASA, em relatório publicado em 19 de agosto, 2019 é “o ano mais ativo de incêndios nessa região desde 2010. A atividade de incêndios na Amazônia varia consideravelmente de ano para ano e mês para mês, impulsionada por mudanças nas condições econômicas e climáticas. O mês de agosto de 2019 se destaca porque trouxe um aumento notável de incêndios grandes, intensos e persistentes”, assinalou a agência norte-americana.

O Arcebispo Metropolitano de Piura assinalou que “todos sabemos da importância da Amazônia, que tem 7,4 milhões de quilômetros quadrados e é a maior região de floresta tropical do planeta”.

Por esta razão, “consciente da importância da criação e de seu cuidado, pois é nossa casa comum”, encorajou a rezar a seguinte oração:

Deus todo-Onipotente,
Criador do Céu e da Terra.
Concede-nos, através da intercessão da Mãe do teu Filho,
a proteção de nossas florestas amazônicas,
da sua fauna e flora.

Mas acima de tudo, protege os povos que habitam lá
e afasta deles o fogo devastador.
Defende também os homens e mulheres que combatem estes incêndios.

Que Maria Santíssima, Mãe de Deus,
que é nosso auxílio e proteção,
estenda seu manto sobre nós
e assim extinga o fogo que nos ameaça.

Virgem Santíssima,
salva teu povo que clama a ti,
e roga por nós pecadores,
agora e na hora de nossa morte.
Amém.

Bispos do Brasil 

A CNBB divulgou nota pedindo medidas urgentes para o combate os “absurdos incêndios”. Leia a íntegra do documento assinado pelo presidente da instituição, Dom Walmor Oliveira de Azevedo:

“O povo brasileiro, seus representantes e servidores têm a maior responsabilidade na defesa e preservação de toda a região amazônica. O Brasil possui significativa extensão desse precioso território, com o rico tesouro de sua fauna, flora e recursos hidrominerais. Os absurdos incêndios e outras criminosas depredações requerem, agora, posicionamentos adequados e providências urgentes. O meio ambiente precisa ser tratado nos parâmetros da ecologia integral, em sintonia com o ensinamento do Papa Francisco, na sua Carta Encíclica Laudato Si’, sobre o cuidado com a casa comum.

“Levante a voz pela Amazônia” é um movimento, agora, indispensável, em contraposição aos entendimentos e escolhas equivocados. A gravidade da tragédia das queimadas, e outras situações irracionais e gananciosas, com impactos de grandes proporções, local e planetária, requerem que, construtivamente, sensibilizando e corrigindo rumos, se levante a voz.

É hora de falar, escolher e agir com equilíbrio e responsabilidade, para que todos assumam a nobre missão de proteger a Amazônia, respeitando o meio ambiente, os povos tradicionais, os indígenas, de quem somos irmãos. Sem assumir esse compromisso, todos sofrerão com perdas irreparáveis.

O Sínodo dos bispos sobre a Amazônia, em outubro próximo, em sintonia amorosa e profética com a convocação do Papa Francisco, no cumprimento da tarefa missionária e da evangelização, é sinal de esperança e fonte de indicações importantes no dever de preservar a vida, a partir do respeito ao meio ambiente.

“Levante a voz” para esclarecer, indicar e agir diferente, superar os descompassos vindos de uma prolongada e equivocada intervenção humana, em que predominam a “cultura do descarte” e a mentalidade extrativista. A Amazônia é uma região de rica biodiversidade, multiétnica, multicultural e multirreligiosa, espelho de toda a humanidade que, em defesa da vida, exige mudanças estruturais e pessoais de todos os seres humanos, Estados e da Igreja.

É urgente que os governos dos países amazônicos, especialmente o Brasil, adotem medidas sérias para salvar uma região determinante no equilíbrio ecológico do planeta – a Amazônia. Não é hora de desvarios e descalabros em juízos e falas. “Levante a voz” na voz profética do Papa Francisco ao pedir, a todos os que ocupam posições de responsabilidade no campo econômico, político e social: “Sejamos guardiões da criação”.

Vamos construir juntos uma nova ordem social e política, à luz dos valores do Evangelho de Jesus, para o bem da humanidade, da Panamazônia, da sociedade brasileira, particularmente dos pobres desta terra. É indispensável para promovermos e preservarmos a vida na Amazônia e em todos os outros lugares do Brasil. Em diálogos e entendimentos lúcidos, que se “levante a voz”!

Brasília-DF, 23 de agosto de 2019


Dom Walmor Oliveira de Azevedo

Arcebispo de Belo Horizonte – MG
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler, OFM
Arcebispo de Porto Alegre – RS
1º Vice-Presidente da CNBB

Dom Mário Antônio da Silva
Bispo de Roraima – RR
2º Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo Auxiliar de S. Sebastião do Rio de Janeiro – RJ
Secretário-Geral da CNBB

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.