Aleteia
Quinta-feira 22 Outubro |
São Moderano
Cultura e Viagem

Esta cidade abandonada já foi conhecida como "a cidade das 1001 igrejas"

Daniel R. Esparza - publicado em 28/08/19

Houve um tempo em que o local competiu em esplendor com o Cairo e Constantinopla, mas todos os seus habitantes partiram nos séculos 14 e 15

Hoje, apenas ruínas imponentes, cercadas por mais de um quilômetro de muralhas, testemunham o antigo esplendor de Ani. Em seu apogeu, a cidade era a capital do reino armênio Bagratid, que cobria a maior parte do que hoje é a Armênia e grande parte do leste da Turquia.

Sua localização geográfica fez de Ani uma encruzilhada natural de rotas comerciais abundantes, e consequentemente a cidade prosperou a ponto de competir, em importância e beleza, com cidades como Cairo e até mesmo Constantinopla, e era bem conhecida por ser “a cidade das mil e uma igrejas.” Suas igrejas, palácios e fortificações estavam entre as mais esplêndidas e tecnicamente avançadas do mundo, em sua época.

Mas sua beleza também foi, pelo menos em parte, a causa de sua destruição: foi saqueada pelos mongóis em 1236 e depois atingida por um terremoto no início do século XIV. Assim, a cidade, que tinha uma população de cerca de 200.000 cidadãos durante seus dias gloriosos, acabou sendo reduzida a um local abandonado.

Hoje, as ruínas de Ani – localizadas na Turquia moderna, em território que os armênios ainda consideram sua terra ancestral – são constantemente visitadas por turistas, embora o Fundo do Patrimônio Mundial e a UNESCO tenham ambos indicado que as construções remanescentes estão em estado crítico. O trabalho de reconstrução começou apenas recentemente, de acordo com as autoridades locais. Clique aqui para ver algumas fotos do local.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
ArteBíbliaHistória da Igreja
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
CARLO ACUTIS
John Burger
Como foram os últimos dias de vida de Carlo A...
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
nuvens sinais
Reportagem local
Estão sendo fotografados "sinais do céu"?
Papa Francisco São José Menino Jesus
ACI Digital
Papa Francisco reza esta oração a São José há...
violência contra padres no Brasil
Francisco Vêneto
Outubro de cruz para padres no Brasil: um per...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia