Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sexta-feira 30 Outubro |
Santo Angelo de Acri
home iconReligião
line break icon

Sabe qual foi o primeiro pensamento de São Gregório ao ser eleito papa? Fugir!

Gregory the Great

Renata Sedmakova | Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 03/09/19

Ainda bem que ele desistiu da ideia, pois foi considerado um dos papas mais influentes da Igreja

Perto do final do século VI, a Igreja Católica precisava de um “bom pastor”. Muitos bispos e clérigos eram corruptos e a Europa estava dividida após o colapso do Império Romano.

Quando o Papa Pelágio II morreu de peste, o povo de Roma sabia exatamente quem eles queriam como o próximo papa.

Gregório era conhecido por sua simplicidade. Ele era o abade de um mosteiro local. Aos 50 anos, tinha uma vida de contemplação e passava os dias no silêncio de sua cela.

No entanto, esse sonho de vida desabou quando o povo e o clero de Roma bateram à sua porta. Eles lhe contaram sobre o plano de elegê-lo como papa. Gregório imediatamente recusou. Ele até escreveu ao imperador, dizendo que não seria  o próximo papa.

Há até uma história que ilustra seu desejo de fugir de Roma para não desempenhar o cargo máximo da Igreja:

“Gregório tentou fugir de Roma, mas não conseguiu, porque o observavam dia e noite nos portões da cidade. Por fim, mudou de roupa e convenceu alguns comerciantes a escondê-lo em um barril de vinho e tirá-lo da cidade em uma carroça. Quando chegaram a uma floresta, ele se escondeu nas cavernas por três dias. Uma busca incansável por ele estava em andamento, e uma coluna brilhante de luz brilhou do céu e apareceu sobre o local onde ele se escondera: um certo eremita viu anjos descendo e subindo nesse raio. É claro que isso levou os perseguidores a Gregório, e eles o levaram de volta a Roma e o consagraram como Sumo Pontífice.”

Essa história ilustra o profundo desejo de Gregório de não se tornar papa. No entanto, ele finalmente aceitou a ideia.

Gregório se tornou um dos papas mais influentes de toda a história e até escreveu um “manual” para os bispos, detalhando como eles deveriam praticar o que pregavam. Ele foi um grande amigo dos pobres e instruiu seu clero a fazer o possível para ajudá-los.

Sua vida continua sendo um exemplo perfeito de um bispo com o coração de  pastor, que exorta suas ovelhas a não olhar para ele, mas para o verdadeiro pastor que guia o rebanho.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
papas
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia