Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 03 Agosto |
home iconEspiritualidade
line break icon

Jesus nos ensina a vencer na vida

YOUNG JESUS

Heinrich Hofmann | Public Domain

Tom Hoopes - publicado em 06/09/19

Se seguirmos este conselho de Cristo, saberemos quem somos e para onde estamos indo, sem nada a nos impedir 

Não há nada mais libertador do que saber quem você é e para onde está indo.
No 23.º domingo do tempo comum (ano C), Jesus nos mostra como fazer isso.

É fácil esquecer quem somos e nos tornarmos apenas um na multidão.

Segundo o Evangelho, Jesus foi seguido por uma grande multidão motivada por aquilo que ele prometeu: o grande banquete do céu, para o qual todos os esquecidos são convidados.

Em vários pontos – narra o Evangelho – Ele parava e convidava as pessoas a segui-lo. Mas teve que eliminar algumas, não porque Ele não queria todos (Ele quer), mas porque Ele queria que cada um deles fosse verdadeiramente seu seguidor.

Então Jesus perguntava a eles o que Ele nos pergunta: estamos seguindo-o ou apenas seguindo a multidão?

Primeiro, Ele diz que eles não podemos ser seus discípulos “sem odiar pai e mãe, esposa e filhos, irmãos e irmãs e até a própria vida”.

“Ódio” aqui não significa desprezo; significa priorizar de forma diferente. Isso quer dizer que o amor que temos por Jesus deve ser diferente do amor que temos por outros seres humanos. Devemos estar dispostos a fazer qualquer coisa e mudar tudo por Deus.

Ele pergunta: quem você está tentando agradar? As pessoas ao seu redor? Ou Deus?

Em seguida, Ele nos lembra para onde estamos indo, dizendo:  “Quem não carrega a cruz e não vem atrás de mim, não pode ser meu discípulo.”

Muitas vezes, perdemos o significado da frase “Carregue sua cruz”. Achamos que isso significa apenas suportar os encargos que temos na vida.

Sim, significa isso, mas nunca se esqueça de que a única vez que você carrega uma cruz depois de Jesus é quando você é levado pelo torturador à sua morte. Nosso caminho ao longo da vida da cruz é um lembrete que  estamos nas garras do pecado que leva à morte – a de Cristo e a nossa.

Mas Jesus não é impotente ou fatalista. Ele sabe que há uma maneira de revidar.

Seus primeiros ouvintes teriam ouvido “carregar sua cruz atrás de mim” e imaginarem seus inimigos os capturando e matando.

Jesus diz que não devemos ser o cara que começa a construir uma torre – uma estrutura defensiva – e descobre que não consegue terminar. Também não devemos marchar contra o inimigo, diz Ele.

Jesus Cristo está nos dizendo para estarmos atentos à abordagem do inimigo – e não deixar que o inimigo aja contra nós.

Qual é a torre que construímos para ter uma perspectiva de nossa vida? Uma vida de oração, que deve ser construída e mantida com cuidado por muitos dias e semanas, meses e anos. Quando estamos sobrecarregados com o inimigo? Quando permitimos que ele se infiltre ao nosso redor, na forma de posses.

Sozinhas, nossas deliberações são “tímidas e inseguras de nossos planos”, diz o Livro da Sabedoria, “e o corpo corruptível sobrecarrega a alma”. Mal podemos entender nossa vida quando lidamos com “coisas na terra” e muito menos ” coisas no céu. ”

A torre que pode detectar nosso inimigo é construída em oração. São Paulo e Onésimo mostram como não dar espaço ao inimigo “renunciando a bens”.

São Paulo é livre e realizado, mesmo sendo prisioneiro. Ele não amaldiçoa seu cativeiro, desfruta de sua solidão com o Senhor. E Onésimo é livre e realizado, mesmo estando em escravidão, porque agora ele pertence a Jesus Cristo.

É isso que precisamos ser para evitarmos nosso inimigo: não vinculados a relacionamentos que remodelam nossa identidade além de Jesus, e não vinculados a posses.

Então, sozinho ou no meio da multidão, saberemos quem somos e para onde estamos indo, sem nada a nos impedir.

Tags:
BíbliaJesus
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
2
Sintomas da depressão
Reportagem local
8 sintomas físicos da depressão: fique atento a si mesmo e ao seu...
3
Reportagem local
Gritos levam polícia à casa de dois idosos, que choravam copiosam...
4
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia