Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Sábado 24 Julho |
home iconEm foco
line break icon

Como a raiva descontrolada pode abrir as portas ao diabo

ANGRY FIRST

Shutterstock

Philip Kosloski - publicado em 09/09/19

Entenda por que o nosso descontrole é um prato cheio para o maligno

A raiva não é um sentimento cem por cento ruim. O desejo de justiça é louvável, e nossos sentimentos de raiva às vezes podem alimentar nossos esforços para proteger nossa família ou os mais vulneráveis ​​da sociedade.

No entanto, quando a raiva excede os limites, ela pode nos deixar vulneráveis ​​ao diabo – e, possivelmente, até à possessão demoníaca.

São Paulo nos adverte claramente em sua carta aos Efésios: “”Mesmo em cólera, não pequeis. Não se ponha o sol sobre o vosso ressentimento. Não deis lugar ao demônio” (Efésios 4, 26-27).

Vemos nesta passagem que a raiva não é inicialmente um sentimento ruim, mas pode se tornar pecaminosa se a deixarmos sem controle. A chave está em nossas intenções e no que queremos fazer com essa raiva.

O Catecismo da Igreja Católica (2302 e 2303) explica o lado sombrio da raiva:

“Evocando o preceito «Não matarás» (Mt 5, 21), nosso Senhor pede a paz do coração e denuncia a imoralidade da cólera assassina e do ódio:  A ira é um desejo de vingança. «Desejar a vingança, para mal daquele que deve ser castigado, é ilícito»; mas impor uma reparação «para correcção do vício e para conservar o bem da justiça», isso é louvável (66). Se a ira for até ao desejo deliberado de matar o próximo ou de o ferir gravemente, ofende de modo grave a caridade, e é pecado mortal. O Senhor diz: «Quem se irar contra o seu irmão, será sujeito a julgamento» (Mt 5, 22).O ódio voluntário é contra a caridade. Odiar o próximo, querendo-lhe mal deliberadamente é pecado. É pecado grave, quando deliberadamente se lhe deseja um mal grave. «Eu, porém, digo-vos: Amai os vossos inimigos e orai por aqueles que vos perseguem, para serdes filhos do vosso Pai que está nos céus…» (Mt 5, 44-45).

Quando permitimos que esse tipo de raiva transborde dentro de nós, o diabo recebe um “aviso”. É seu desejo alimentar a chama da nossa raiva e nos convencer de que a única maneira de saciar esse desejo é infligir danos a outra pessoa.

Isso pode assumir a forma de violência física ou de práticas ocultas para colocar maldições nos inimigos de uma pessoa. É por isso que a raiva pecaminosa pode levar à possessão demoníaca. É o primeiro passo em um caminho escuro e difícil de voltar. De qualquer forma, começa com sentimentos de raiva que não são equilibrados com a misericórdia de Deus.

Por mais que desejemos causar dano a alguém que tenha sido injusto de alguma forma, Jesus nos desafia a: “Ame seus inimigos e ore por aqueles que o perseguem” (Mateus 5,44).

A raiva não deve ter a última palavra no final do dia. Quanto mais ela fere em nosso coração, maior a probabilidade de agirmos com raiva e magoar outras pessoas. Siga o conselho de São Paulo: “não deixe que o sol se ponha sobre a sua raiva”. Deixe a raiva desdenhá-lo em direção à justiça, mas não deixe que ela o domine.


ZŁOŚĆ

Leia também:
Raiva: quando ela deve ser ativada?

Tags:
DemônioPecadoraiva
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
3
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
4
Papa Francisco
Reportagem local
Papa: como não culpar Deus diante da morte de um ente querido
5
Atriz Claudia Rodrigues
Reportagem local
Assessora pede orações por atriz Claudia Rodrigues: “está m...
6
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
7
Orfa Astorga
Até que idade é saudável morar na casa dos pais?
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia