Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quais são as 7 Dores de Maria?

SORROWS
Compartilhar

Pela devoção a Nossa Senhora das Dores, honramos o sofrimento que Maria livremente acolheu na redenção mediante a cruz

A devoção a Nossa Senhora das Dores celebrava antigamente as assim chamadas Sete Dores de Maria. Foi o Papa Pio X quem formalizou o título “Nossa Senhora das Dores”, ou “Virgem Dolorosa”, que hoje celebramos no dia 15 de setembro.

É com este título que nós, católicos, honramos o sofrimento de Maria, acolhido livremente na redenção mediante a cruz. Foi junto à Cruz que a Mãe do Cristo crucificado se tornou a Mãe do Corpo Místico plasmado na Cruz: a Igreja.

Mas quais são as 7 dores de Maria?

A devoção popular, que precede a celebração litúrgica, tinha fixado simbolicamente as sete dores da co-redentora com base nos episódios narrados pelos Evangelhos:

  1. A profecia do velho Simeão;
  2. A fuga para o Egito;
  3. A perda de Jesus no templo;
  4. O caminho de Jesus para o Gólgota;
  5. A crucificação;
  6. A deposição da cruz;
  7. O sepultamento de Jesus.

São episódios que nos convidam a meditar sobre a participação de Maria na Paixão, Morte e Ressurreição de Cristo e que nos dão forças para carregar a nossa própria cruz.

Maria, Mãe Dolorosa, rogai por nós!

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.