Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 02 Agosto |
home iconAtualidade
line break icon

México: 27 sacerdotes assassinados de 2012 a 2019

Suriel Ramzal

Fundação AIS - publicado em 15/09/19 - atualizado em 15/09/19

Igreja pede justiça às autoridades após assassinato de mais um padre

A Igreja Católica mexicana pede às autoridades para fazerem justiça no caso do padre José Martin Guzmán, esfaqueado até à morte na madrugada de sexta-feira, dia 23 de Agosto.

Afirmando-se em “profunda comunhão” com o bispo a que pertencia o padre Guzmán, a Conferência Episcopal mexicana pediu entretanto às autoridades para investigarem este caso para que os responsáveis sejam descobertos e respondam pelo crime.

Este é o primeiro caso de um padre assassinado no México no corrente ano, mas já houve outros incidentes violentos envolvendo figuras da Igreja. O Centro Católico Multimédia, que faz um registo das agressões e assassinatos contra sacerdotes no México, lembrou que o crime de que foi vítima o padre Martin Guzmán junta-se “à longa lista de religiosos assassinados nos últimos anos”.

“Com a morte de Padre José Martín, são 27 sacerdotes assassinados de 2012 a 2019. No entanto – explica o Centro Multimédia – este ano já foram registados vários incidentes contra sacerdotes e religiosos, como o caso de um sacerdote baleado em Cuernavaca Morelos e ameaças de morte a vários padres em diversas áreas de Veracruz”.

Exemplo disso, no passado mês de Abril, a Fundação AIS dava conta de que o padre Ambrosio Arellano Espinoza, de 78 anos de idade, tinha sido torturado em consequência de um assalto ficando com queimaduras de segundo grau nas mãos e nos pés.

Segundo a Agência Católica de Informações, que deu a notícia, o ataque contra o padre Espinoza era revelador de um quadro de grave violência contra a Igreja no México nos tempos mais recentes. Citando o padre Omar Sotelo, director do Centro Católico Multimédia do México, a agência de notícias dizia que “a violência continua imparável em diferentes regiões do país” e que “as taxas de criminalidade pioraram”.

De facto, só nos dois primeiros meses de 2019, houve 5.649 homicídios no México, o que significa um aumento de quase 14 por cento face ao mesmo período do ano passado. A violência no México transformou-se num padrão comum com 15 das suas cidades a integrarem o ‘ranking’ terrível das 50 cidades mais violentas do mundo no ano passado.

A Igreja não tem escapado a esta onda de violência, sendo que, diz o responsável do Centro Multimédia, são cada vez mais comuns os actos de tortura contra sacerdotes. “Qualquer acto violento é difícil de entender e é horrível, mas aqui agride-se um sacerdote, apenas por ser sacerdote. Quando sabem que é sacerdote, torturam”, acrescentou este responsável.

Para o director do Centro Católico Multimédia, a violência no México “quebrou todos os limites, todas as fronteiras, todos os status. A mensagem é clara, se um padre é assassinado ou torturado, então podemos assassinar e matar qualquer pessoa, a qualquer hora e não acontece nada, ninguém será preso ou investigado”.

De facto, o México é o país mais perigoso da América Latina para os sacerdotes. Segundo dados referentes ao período compreendido entre 1990 e 2017, foi assassinado neste país um cardeal – D. Juan Jesús Posadas Ocampo, arcebispo de Guadalajara – 47 sacerdotes, um diácono, quatro religiosos, nove leigos ao serviço da igreja e um jornalista católico.

(Departamento de Informação da Fundação AIS)

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
1
SIMONE BILES
Cerith Gardiner
Simone Biles deixa as Olimpíadas com uma lição importante para to...
2
Batizado de Davi Henrique, 6 anos
Reportagem local
Davi, de 6 anos, reclama do padre no batizado: “Tá sabendo ...
3
HIDILYN DIAZ
Cerith Gardiner
Olimpíadas: depois de ganhar o ouro, atleta exibe outra medalha e...
4
David Arias
Reportagem local
Ex-satanista mexicano retorna à Igreja e testemunha: “O ter...
5
Philip Kosloski
Mesmo com ouro e glória, Michael Phelps foi ao fundo do poço – ma...
6
Pessoa idosa rezando o terço
Reportagem local
Brasil: carta de despedida de bisavó de 96 anos comove as redes s...
7
Claudio de Castro
Como salvar nossas almas nos últimos minutos antes da morte
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia