Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A dor e a alegria de sentir

WEB 3 SUNFLOWERS
PIXABAY
Compartilhar

Devemos nos lembrar sempre que sentir – independentemente se for alegria ou dor – é o que nos torna de fato vivos

Sentir, envolve disposição. Envolve coragem para bancarmos o que a vida nos permitir sentir. Vejo muitas pessoas – e falo isso até por mim – que dizem ou que já disseram: “Eu não quero sentir dor, eu não quero sentir mais nada!”
Mal percebemos o grande equívoco que ocorre quando falamos e pensamos assim. Quando optamos por não sentir, não optamos apenas por não sentir dor, acabamos optando – mesmo sem querer – por não sentir alegria também. Nos esquecemos que o “sentir” não faz distinção entre alegria e dor. Nós apenas sentimos.
Pessoas diagnosticadas com depressão – doença da alma – geralmente relatam apatia.  A apatia significa não sentir. Pessoas vítimas da apatia, simplesmente não sentem. A apatia faz com que os dias passem em escala de cinza. Tudo se torna chuvoso, difícil e cansativo. Os sonhos são sonhados em preto e branco. Os planos se tornam inalcançáveis e os passos rumo ao futuro se tornam cada vez menores e mais fracos.
Só vemos a vida colorida quando sentimos. Momentos de dor existem sim. Contudo, se estivermos dispostos a sentir a dor que chega com a noite escura, estaremos prontos para receber a alegria que pode chegar ao amanhecer.
Devemos nos lembrar sempre que sentir – independentemente se for alegria ou dor – é o que nos torna de fato vivos.
Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.