Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Padre é amarrado e brutalmente assassinado por 6 criminosos em Brasília

Arquidiocese de Brasília
Compartilhar

Ele tinha 71 anos de idade e 46 de sacerdócio e era pároco do Santuário de Nossa Senhora da Saúde

A Arquidiocese de Brasília comunicou neste fim de semana o trágico assassinato, perpetrado na noite do último sábado, 21, do padre Kazimierz Wojno, conhecido como padre Casimiro, de 71 anos de idade e 46 de sacerdócio.

Ele era pároco do Santuário de Nossa Senhora da Saúde, na capital brasileira, e foi covardemente morto por seis criminosos que invadiram a paróquia, o amarraram e depois o assassinaram para roubarem objetos de valor.

Segundo a Polícia Militar de Brasília, o padre Casimiro foi assassinado depois de celebrar a Santa Missa. O caseiro da paróquia também foi aprisionado e agredido pelos bandidos, mas conseguiu fugir e acionar a polícia.

O corpo do sacerdote foi jogado em um terreno em obras, com mãos e pés amarrados e um arame ao redor do pescoço.

A mesma paróquia já tinha sido atacada em abril, quando criminosos roubaram o sacrário e depois o abandonaram. Aleteia noticiou o sacrilégio na ocasião:

A Arquidiocese de Brasília convidou os fiéis a participarem do funeral do padre Casimiro e a rezarem “por sua alma, sua família e sua comunidade paroquial”.

Boletim
Receba Aleteia todo dia