Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O significado do nome de São Miguel e a maneira como deveríamos levar nossa vida

SAINT MICHAEL
Compartilhar

A humildade é a chave da santidade, e até o nome de São Miguel nos lembra disso

São Miguel é o conhecido arcanjo que lutou contra Satanás e o expulsou do céu. Acredita-se que o nome dele, Miguel, esteja intimamente associado a essa batalha espiritual e nos lembre como devemos viver nossas vidas.

Leia também: “Houve uma batalha no céu”: a história de São Miguel Arcanjo e os anjos caídos

De acordo com o St. Andrew Daily Missal, “O nome Miguel significa, em hebraico, ‘quem é como Deus?’, e recorda a batalha no céu entre ‘o príncipe da hoste celestial’ e o diabo, uma batalha que começou com a revolta de Lúcifer e continuou ao longo dos tempos.”

Acredita-se que o grito de guerra de São Miguel tenha sido exatamente este: “Quem é como Deus?” – decretando julgamento sobre o desejo de Satanás de ser “como Deus”. Muitas imagens de São Miguel contêm essa frase em latim em seu escudo (“Quis ut Deus”).

O significado do nome de São Miguel, portanto, nos lembra que não devemos tentar ser como Deus. Isso pode parecer uma afirmação óbvia, mas com que frequência “brincamos de Deus” em nossas vidas?

Nós tendemos a querer estar no comando completo das coisas e, com frequência, ficamos chateados quando algo não acontece do nosso jeito. Em um nível subconsciente, de alguma forma, pensamos que governamos o mundo e devemos controlar todos os aspectos dele.

Em outras palavras, quanto mais orgulhosos nos tornamos, mais “parecidos com Deus” pensamos que somos.

O verdadeiro coração de um cristão é estar próximo do chão, “humilde”, em todos os sentidos da palavra. Isso não significa que precisamos deixar que outros nos pisoteiem como um tapete usado, mas que precisamos reconhecer nosso lugar no mundo como seres criados e dependentes de Deus.

Quando realmente percebermos isso, nossas vidas mudarão radicalmente. A humildade é a chave da santidade, e até o nome de São Miguel nos lembra desse fato simples.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.