Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Os sacerdotes não têm um Anjo da Guarda… Eles têm dois!

angel, anjo
Pixabay / CC
Compartilhar

Conheça esta e mais 8 informações muito interessantes sobre estes seres espirituais que nos ajudam a viver em Deus!

Confira algumas “curiosidades” sobre os Anjos da Guarda, a quem a Igreja celebra no dia 2 de outubro:

1 – Segundo a Tradição da Igreja, todos nós temos um Anjo da Guarda – exceto os sacerdotes, que têm… dois! Isso mesmo: além do anjo custódio que têm desde que foram concebidos, assim como todas as pessoas, os sacerdotes ainda “ganham” outro quando recebem o sacramento da ordem!

2 – A delicada missão do Anjo da Guarda é nos inspirar boas obras e intenções, nos iluminar na busca da verdade contra as doutrinas enganosas, nos orientar no caminho das virtudes e dos ideais santos, nos ajudar a estender o Reino de Deus, nos proteger dos perigos… Em sua, nos conduzir rumo à eternidade com Deus!

3 – No Catecismo da Perfeição Cristã, o frei Antônio Wallenstein, O.F.M., nos recorda que devemos sempre nos lembrar da presença do nosso Anjo da Guarda, e, diante dele, “jamais fazer o que não faríamos à vista da nossa mãe”. Ele também nos exorta a invocá-lo nas horas de quaisquer perigos, sejam corporais, sejam espirituais, e, é claro, seguir as suas inspirações.

4 – O mesmo frade nos propõe também saudar o Anjo da Guarda do nosso próximo, hábito que nos ajudará a tratar os outros em conformidade com a sua dignidade de filhos de Deus protegidos pelos anjos que Ele designou como nossos companheiros, guias e protetores.

5 – O grande sacerdote e confessor São João Maria Vianney afirmou numa homilia sobre os Anjos da Guarda: “Eles são nossos amigos mais fiéis, pois estão conosco durante o dia, à noite, em todo momento e em qualquer lugar. Deus, não contente em ter-nos dado o Seu único Filho, o objeto mais terno das Suas complacências, em sacrificá-lo à morte mais cruel […], quer enviar a cada um de nós um anjo do céu para nos proteger todos os dias da nossa vida! Este anjo não deve nos abandonar até ter-se apresentado conosco diante do tribunal de Jesus Cristo, para render-Lhe conta de tudo o que fizemos em nossa vida”. 

6 – O mesmo São João Maria Vianney sugere uma breve e singela oração ao Anjo da Guarda para antes de dormirmos: “Boa noite, meu Anjo da Guarda. Obrigado por ter cuidado de mim durante o dia; entrega a Deus todas as batidas do meu coração enquanto eu durmo. Amém”.

7 – Segundo São Bernardo, viver com o nosso companheiro invisível implica em três atitudes: “o respeito pela sua presença, a afeição devota pela sua bondade e a confiança em sua proteção”. Por isso é tão importante nos dirigirmos ao nosso anjo da guarda sempre que possível!

8 – Os Anjos da Guarda não leem os nossos pensamentos. Somente Deus é capaz de saber exatamente o que está acontecendo em nossa mente, pois Ele é o criador e sustentador de todos nós. São Tomás de Aquino afirma isto claramente na Summa Theologiae: “O que é próprio de Deus não pertence aos anjos” (I, 57, 4).

9 – Uma tradição popular afirma que se adormecermos rezando o terço, o nosso Anjo da Guarda vai terminá-lo por nós. Mas será que é verdade? Vale o que foi dito na informação logo acima: os Anjos da Guarda não têm acesso aos nossos pensamentos, a menos que nós os revelemos a eles intencionalmente. Portanto, se queremos que o nosso Anjo da Guarda termine o nosso terço ou rosário, precisamos pedir a ele! Ah, mas é bom não abusar dessa ajudinha… Os Anjos nos ajudarão com profunda felicidade, mas rezar é um hábito que nos transforma e conforma a nossa vontade à Vontade de Deus: por isso não devemos abandoná-lo só porque estamos cansados!

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.