Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Muçulmanos na França querem trocar as leis civis pela lei islâmica

BERTRAND GUAY / AFP
Compartilhar

O desafio diz respeito à educação: como lidar com a possibilidade de uma transformação cultural dessa magnitude no país?

Isabelle de Gaulmyn, diretora do semanário católico francês La Croix, resumiu como “um desafio” os resultados de um estudo recente a respeito da percepção de parte dos habitantes da França sobre o estado laico: 46% dos muçulmanos estrangeiros residentes no país consideram que a lei francesa deveria ser substituída pela lei islâmica, a sharia, opinião compartilhada também por 18% dos muçulmanos já nascidos na França.

O desafio em questão é voltado à educação: como lidar com a possibilidade de uma transformação cultural dessa magnitude?

Para a diretora do La Croix, a sociedade francesa não entendeu que os esforços educacionais não conseguiram gerar nesses grupos de cidadãos uma identificação com a nação francesa e com o seu ordenamento jurídico.

Além disso, ela observa que a prática religiosa entre os muçulmanos na França não apenas não decaiu sob a influência do secularismo, como, pelo contrário, passou nos últimos 30 anos de 16% para 38%: essa prática inclui desde a frequência a mesquitas até a obediência aos jejuns no Ramadã e à abstinência de álcool nas datas determinadas pelo islã.

_________

Com informações de Gaudium Press

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.