Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Domingo 17 Janeiro |
home iconEstilo de vida
line break icon

Psicólogos aconselham nova abordagem para lidar com a obesidade

obesity

Shutterstock

Cerith Gardiner - publicado em 09/10/19

Apesar do que muitas pessoas pensam, a falta de força de vontade não é um fator-chave

Na última década, houve um grande aumento de casos de obesidade no mundo desenvolvido. Somente nos EUA, a obesidade atingiu 93,3 milhões de adultos entre 2015 e 2016, de acordo com dados do CDC, um fator que pode levar ao diabetes, tipos de câncer e doenças cardíacas.

Com esses números alarmantes, não surpreende que o governo e os principais órgãos de saúde estejam tentando de tudo para resolver o problema. Recentemente, porém, os psicólogos apresentaram um relatório que pode ter um efeito importante sobre como essa condição deve ser abordada.

A BBC compartilhou as conclusões de um relatório de um grupo eminente de psicólogos. Segundo esses psicólogos, a vergonha do excesso de peso apenas faz a pessoa se sentir pior, impedindo-a de realmente enfrentar o problema. Os psicólogos pediram mudanças simples que poderiam ter um efeito mais positivo sobre aqueles que lutam contra o peso.

Por exemplo, a maneira pela qual a obesidade é comentada pode ter um efeito prejudicial sobre aqueles que sofrem da doença. Em vez de dizerem “pessoa obesa”, esses pesquisadores sugerem dizer “pessoa com obesidade” para ajudar a despersonalizar o problema.

O relatório da British Psychological Society sugere que, embora as pessoas frequentemente culpem a falta de força de vontade ou motivação como principal impedimento ao tratamento da obesidade, o problema é muito maior, decorrente de fatores-chave.

O relatório declara que a genética, o trabalho, a escola e os ambientes sociais desempenham um papel enorme ao levar a excessos e a inatividade.

“As pessoas que vivem em áreas carentes geralmente experimentam altos níveis de estresse, incluindo grandes desafios e trauma na vida, geralmente seus bairros oferecem poucas oportunidades e incentivos para atividades físicas e as opções para acessar alimentos saudáveis ​​e acessíveis são limitadas”, afirma o relatório.

Adicione experiências psicológicas negativas desde a infância, e o resultado é uma pessoa estressada que pode procurar consolo na comida.

O autor do relatório, Dr. Angel Chater, da Universidade de Bedfordshire, no Reino Unido, espera que as informações recolhidas nas descobertas sejam usadas para treinar melhor os profissionais de saúde. Compartilhando o quão difícil é tratar a obesidade, ela acredita que essa abordagem psicológica pode ser mais bem-sucedida.

“Podemos ajudar, não apenas criando maneiras de apoiar as pessoas, mas também aconselhando políticas públicas que ajudarão a criar um ambiente em que as pessoas achem mais fácil não ficar obesas em primeiro lugar”, explica Sarb Bajwa, executivo-chefe da Sociedade Britânica de Psicologia.

Tags:
PsicologiaSaúdeVíciosVirtudes
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Top 10
Aleteia Brasil
Na íntegra: as três partes do Segredo de Fáti...
UNPLANNED
Jaime Septién
Filme contra o aborto arrasa nas bilheterias ...
BABY BAPTISM
Padre Reginaldo Manzotti
Por que é tão importante batizar uma criança?
Deserto de Negev
Francisco Vêneto
Pedra de 1.400 anos com inscrição mariana é e...
KRZYŻYK NA CZOLE
Beatriz Camargo
60 nomes de bebês que carregam mensagens pode...
Reportagem local
Papa Francisco: cuidado com os cristãos que s...
POPE JOHN PAUL II
Philip Kosloski
"Não tenhais medo": a frase mais usada por Sã...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia