Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

As 11 fontes mais requintadas de Roma

Compartilhar

A Cidade Eterna tem mais de 2.000 fontes, muitas delas ainda em uso

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

No auge do Império Romano, a cidade de Roma se tornou uma metrópole próspera que atraía pessoas de todo o mundo. A proteção oferecida pelos exércitos de César, o próspero cenário cultural e a oportunidade de emprego eram atrativos para muitas pessoas buscavam viver em Roma por sua abundância de água limpa e fácil acesso.

Os romanos eram mestres construtores e aprenderam a criar aquedutos, longos canais artificiais que levavam água da sua fonte para a cidade. Em alguns casos, esses aquedutos se estendiam por quilômetros para fornecer água limpa para Roma.

Os aquedutos trabalhavam guiando a água em um gradiente leve e constante, mantendo uma inclinação descendente da fonte até a cidade, permitindo que a gravidade movesse a água. Os romanos não deixavam o terreno atrapalhar seu progresso, pois frequentemente cavavam túneis através de colinas e montanhas para manter o fluxo direto da água. Esses aquedutos foram construídos tão bem que muitos deles ainda permanecem hoje, e alguns deles continuam a levar água para a cidade.

Quando o Império Romano perdeu seu poder, os aquedutos caíram lentamente em mau estado. Então, no século 14, o Papa Nicolau V decidiu revitalizar os sistemas de aquedutos para tornar Roma digna de ser a capital do mundo cristão. Ele contratou Leon Battista Alberti para reformar os aquedutos e criar algumas das mais belas fontes de que desfrutamos hoje, como a Fontana de Trevi e as fontes da Piazza del Popolo e da Piazza Navona.

Hoje, a beleza dessas fontes ainda atrai centenas de milhares de turistas a cada ano. As fontes são agradáveis ​​de se olhar e até fornecem aos turistas uma hidratação muito necessária, pois ainda oferecem água potável e limpa.

Dê uma olhada na nossa apresentação de slides para ver algumas das mais belas fontes de Roma.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.