Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

A meditação de São John Henry Newman que me ajuda a lutar contra a depressão

MEDITATION
Nikodash - Shutterstock
Compartilhar

Eu tenho minha missão…

Há anos, um pedaço de papel rasgado de um livro fica fixado junto ao meu computador.

Com histórico de depressão, eu costumava pensar que minha doença era um tipo de sofrimento sem sentido.

Eu ansiava por sentir algum propósito nas crises de tristeza, algum motivo para acreditar que elas poderiam significar alguma coisa.

Quando me deparei com esta meditação de São John Henry Newman, descobri o que buscava. É que tudo pode ser usado para os propósitos de Deus, se permitirmos. Nosso sofrimento pode servir como uma oração por nossas intenções, ou pelas intenções de outros, dando-lhe um grande valor. Isso por si só torna a depressão mais gerenciável.

Eis a meditação que sempre mantenho perto de mim:

DEUS me criou para prestar-lhe algum serviço definitivo:
Ele assinalou para mim algum trabalho único.
Tenho minha missão – talvez nunca a conheça nesta vida, mas serei informado no Céu.
Sou um elo de uma corrente, um vínculo de conexão entre pessoas. Ele não me criou para nada.
Farei o bem, farei o Seu trabalho. Serei um anjo da paz, um pregador da verdade em meu próprio lugar, mesmo que não queira – isso o farei guardando Seus mandamentos.

PORTANTO, confiarei Nele.
Seja o que eu for, onde quer que eu esteja, nunca poderei ser descartado.
Se estiver doente, minha doença poderá servi-Lo; se estiver confuso, minha confusão pode servi-Lo; se estiver triste, minha tristeza pode servi-Lo.
Ele não faz nada em vão. Ele sabe do que se trata.
Ele pode tirar meus amigos, pode me jogar entre estranhos.
Ele pode me fazer sentir desolado, fazer meu ânimo afundar, esconder meu futuro de mim – ainda assim Ele sabe do que se trata.

Deixe-me ser Teu instrumento cego. Peço para não ver – peço para não saber – peço simplesmente para ser usado.

~ texto retirado “Meditations on Christian Doctrine,” “Hope in God—Creator,” March 7, 1848

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.