Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O perigo espiritual dos caça-fantasmas

Por Zacarias Pereira da Mata/Shutterstock
Compartilhar

Por que cada vez mais pessoas tentam vislumbrar o paranormal?

Desde o filme Ghostbusters (Os caça-fantasmas), inúmeras pessoas tentam sair por aí, caçando fantasmas. Algumas até se tornaram “investigadoras paranormais” profissionais. Recentemente, essa atividade tem aumentado, principalmente nos Estados Unidos. Isso se deve, em parte,  à popularidade do programa de TV Ghost Hunters. A rede A&E, que transmite o programa, até planejou televisionar a “Maior Caça Fantasma do Mundo”.

De acordo com o site da A&E, “Neste especial arrepiante, cinco investigadores destemidos se trancarão no asilo lendário por duas semanas para documentar relatos inexplicáveis ​​de atividades paranormais. Com relatos de aparições, ataques físicos, ruídos misteriosos e muito mais, o proprietário concedeu à equipe acesso sem precedentes a toda a propriedade, incluindo áreas que nunca foram investigadas… A equipe usará tecnologia de ponta e sua experiência variada para investigar os motivos das assombrações na instituição, na maior caça aos fantasmas da televisão.”

Embora possa parecer uma maneira inofensiva de se “assustar”, na realidade as caçadas aos fantasmas são extremamente perigosas e podem abrir as portas para o mundo sinistro do demônio.

Os católicos acreditam que existem fantasmas, na definição original da palavra. Por muitos anos, a palavra latina “spiritus” foi traduzida para o inglês como “fantasma” e a palavra foi usada principalmente em um sentido neutro. A palavra em inglês era simplesmente um nome para “espíritos”. Nesse sentido, os espíritos poderiam ser bons ou maus, anjos ou demônios.

Leia também: Os fantasmas existem? Os defuntos podem aparecer para nós?

O problema da caça aos fantasmas é que ele visa encontrar fantasmas malévolos, geralmente considerados espíritos dos falecidos. Esses caçadores de fantasmas acreditam que os espíritos existem para “assombrar” um lugar específico e ficam com raiva quando são perturbados.

Do ponto de vista católico, esses tipos de fantasmas podem ser o espírito de uma pessoa falecida, mas é mais provável que um demônio esteja tentando assustar os humanos.

O Catecismo da Igreja Católica observa: “[as ações de Satanás] podem causar ferimentos graves – de natureza espiritual e, indiretamente, mesmo de natureza física – a cada homem e à sociedade” (CCC 395).

Isso parece se encaixar na definição dos fantasmas que aparecem nos reality shows paranormais. Relatos de fantasmas sempre giram em torno de algo que assusta um indivíduo. Pode ser um objeto em movimento ou uma casa mal-assombrada. Às vezes, é um relato de uma figura aterrorizante. Muitas vezes, a pessoa que acredita ter visto um fantasma só consegue vislumbrá-lo, mas a experiência é assustadora.

Essa tática é certamente uma reminiscência do que os demônios querem fazer conosco: eles querem nos assustar. Os demônios querem nos induzir a acreditar que são mais poderosos que Deus e obter nossa submissão. O diabo quer nos levar para longe de Deus e nos seduzir com um fascínio pelo demoníaco.

Pior ainda: um investigador paranormal pode ser possuído por um demônio ao abrir as portas de sua alma ao maligno. Quando você fica obcecado com essas realidades espirituais, não demora muito para que sua alma deseje o poder que testemunha e o convide para sua vida.

O melhor “caçador de fantasmas” seria um exorcista, que é bem versado nos caminhos do demônio e treinado para expulsar qualquer presença que haja dentro de um lugar. Nosso objetivo não deve ser tentar filmar esses demônios, mas expulsá-los e enviá-los de volta para o local ao qual eles pertencem.

Leia também: Por que há pessoas que sentem “presenças-fantasma”, segundo a ciência e a Igreja

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.