Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Alimente o seu espírito. Receba grátis os artigos da Aleteia toda manhã.
Inscreva-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

Quando a doença não tem a última palavra

TONY
Compartilhar

Série especial Look Up – Histórias de Esperança, Episódio 16

Quando Tony foi diagnosticado com esclerose múltipla, um abismo se abriu diante dele. Ele caiu em depressão e duas vezes esteve a ponto de cometer suicídio. Hoje, ele diz: “O milagre são as pessoas ao meu redor”, aqueles que lhe ofereceram palavras de encorajamento, aqueles que lhe contaram como “sobreviveram” a situações dramáticas. Um veterano do Vietnã disse-lhe: “Você continua sendo uma pessoa. Você é um ser humano.”Naquele momento, Tony redescobriu seu valor, o fato de que sua dignidade não dependia de ser capaz de andar: “Eu disse para mim mesmo: ‘Eu ainda sou esposo, ainda sou pai, ainda tenho amigos.’” Sua vida renasceu. Ele fez as pazes com Deus e com outras pessoas, e percebeu que estava no lugar onde Deus o queria. Ele entendeu que precisamente em sua condição ele poderia ajudar muitas pessoas a redescobrir a esperança.

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.