Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Segunda-feira 26 Julho |
Santo Austindo
home iconHistórias Inspiradoras
line break icon

Bisavó de 77 anos improvisa parto e consegue salvar bisneto

Nara Couto (Arquivo pessoal) / Via Sempre Família

Aleteia Brasil - Sempre Família - publicado em 20/10/19

"Eu precisava socorrê-lo", resume ela, que agiu rápido ao ver o cordão umbilical em volta do pescoço

O site Sempre Família publicou nesta semana o chamativo e emocionante caso de Oto, o bebê piauiense que resolveu nascer um pouco antes da hora, em plena madrugada, e que contou com o decisivo socorro da bisavó na hora de vir ao mundo.

A dona Jucinea Araujo de Castro, de 77 anos e apelidada carinhosamente de dona Neinha, tinha viajado mais de 560 quilômetros para ajudar a neta a cuidar do bebê que estava prestes a nascer na família, em Teresina. O quanto a sua ajuda seria decisiva, porém, nem de longe passava pela sua cabeça!

“Eu estava dormindo quando minha neta me chamou de madrugada”.

Eram 4h30 da manhã de segunda-feira, 14 de outubro, quando a advogada Nara Leticia Couto, 29 anos, começou a sentir uma forte pressão no útero.

“Não tive contrações ou bolsa rompida, então pedi ajuda à minha avó para ver se estava tudo bem. Ela disse que o neném estava nascendo, então fiquei com medo porque sabia que poderia ocorrer alguma complicação”.

Mas dona Neinha, mesmo sem qualquer experiência prévia como parteira, conseguiu transmitir segurança suficiente à neta, realizou corajosamente o parto de Nara, que durou 5 minutos e não lhe causou dor, e ainda recebeu nos braços o bebê de 3,49 quilos e 49 centímetros.

“Foi aí que percebi que ele estava com o cordão umbilical enrolado no pescoço e vi que precisava socorrê-lo imediatamente”.

O que ajudou Dona Neinha a manter a calma, segundo ela própria, foram os 20 anos em que trabalhou como diretora administrativa de um hospital de São Raimundo Nonato, no interior do Piauí.

“Assisti a alguns partos no meu trabalho e sabia como era o procedimento, mas não pensava que ia colocar em prática algum dia. Depois que tirei o cordão do pescoço, foi só mexer no narizinho do Oto que ele já começou a chorar, saudável (…) Comecei a chorar muito depois que percebi o que tinha acontecido. Graças a Deus tive coragem para fazer o que precisava e deu tudo certo. Nosso Oto também vai saber que nasceu nos braços da bisa!”

A equipe médica chegou à casa de Nara minutos depois do nascimento de Oto e levou bebê e mamãe para a Maternidade Santa Fé, onde passaram por exames, ficaram durante 24 horas em observação e foram liberados.

Cuidados e atenção aos sinais do parto

O caso de Nara foi excepcional porque ela não sentiu contrações uterinas mais fortes nem perdeu líquido ou teve sangramentos; portanto, não contou com os sinais naturais de que era hora de ir para o hospital. Felizmente, ela recebeu ajuda rápida e efetiva da avó e o parto ocorreu sem complicações.

No entanto, em casos gerais, é de fundamental importância que as gestantes se mantenham atentas a sinais de trabalho de parto e consigam chegar rapidamente ao hospital ou maternidade, para receberem com a maior segurança possível o atendimento adequado.




Leia também:
Enfermeira adota idosa com câncer abandonada pela família

Tags:
BebêsGravidezMaternidade
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Reportagem local
A arrepiante oração de uma mulher no corredor da morte por ser ca...
2
Aleteia Brasil
Sorrisão e joelhos: 2 pais brasileiros e seus bebês que emocionar...
3
st charbel
Reportagem local
Por acaso não está acontecendo o que São Charbel disse?
4
JENNIFER CHRISTIE
Jeff Christie
Minha mulher engravidou de um estuprador – e eu acolhi o bebê nas...
5
CROSS;
Reportagem local
O que significa o sinal da cruz feito sobre a testa, os lábios e ...
6
CONFESSION, PRIEST, WOMAN
Julio De la Vega Hazas
Por que não posso me confessar diretamente com Deus?
7
PADRE PIO
Philip Kosloski
A oração que Padre Pio fazia todos os dias ao Anjo da Guarda
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia