Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O inesperado benefício de confiar nos outros

PRZYJACIELE
loreanto | Shutterstock
Compartilhar

Às vezes, ser vulnerável pode colher enormes recompensas

Você pode se deparar com um momento em sua vida em que uma situação se torna tão desesperadora que você é forçado a se abrir para outras pessoas – até mesmo pessoas em quem normalmente não confiaria.

Isso pode ser contrário à sua personalidade. Pode parecer que você se sinta fraco ou vulnerável, ou pior ainda, um fracasso. Mas, de fato, compartilhar suas preocupações mais profundas ou eventos perturbadores pode ser excepcionalmente libertador. Pode parecer que um peso enorme foi tirado de seus ombros. Como descobri recentemente, também é gratificante, de uma maneira que você nunca imaginou.

Vindo de uma família numerosa, sempre tive uma seleção de pessoas amorosas com quem compartilhar meus problemas. Elas são as pessoas que me conhecem melhor e estão comigo enquanto eu crio minha própria família, e atravesso os muitos altos e baixos ocasionais que surgiram no meu caminho. Eles são minha maior bênção depois dos meus próprios filhos.

No entanto, o problema com a família é que às vezes o amor e a preocupação excessivos podem torná-los um pouco tímidos. Quando algo dá errado, eles podem ter dificuldade em ser objetivos, ou podem estar tão preocupados de forma a aumentar seu próprio estresse. Então, às vezes, você precisa procurar conforto em outro lugar.

Embora, é claro, você possa procurar ajuda espiritual de um padre, de seus santos favoritos no Céu ou di próprio Deus, às vezes você precisa de um tipo diferente de conforto ou de conselhos práticos de profissionais. É quando você pode recorrer a amigos ou a um especialista em um campo específico.

Mas também é quando você está mais vulnerável, pois precisa expressar seu estresse de uma maneira que seja compreensível e não faça você parecer que está totalmente perdendo a cabeça – o que pode ser bastante difícil se você sentir que realmente pode estar perdendo a cabeça! Você expõe seus pensamentos mais íntimos para uma pessoa aconselhá-lo ou confortá-lo e isso pode fazer com que você se sinta um exposto.

No entanto, a beleza de se abrir com pessoas com quem você não é particularmente próximo é que você pode fazê-las parecer dignas – dignas de sua confiança e confiança nelas. Embora isso possa dar a elas um sentimento de responsabilidade em ajudá-lo – e às vezes uma caixa de ressonância é tudo o que você realmente precisa -, também pode dar a elas a oportunidade de se abrir em troca. E este foi o presente surpreendente que me veio através dos meus próprios problemas.

Quando as pessoas que não estão no seu círculo mais íntimo sentem que podem confiar em você, parece uma honra. Isso permite que você se concentre em outra coisa e, às vezes, coloque seus próprios problemas em perspectiva.

No meio de algumas preocupações recentes, tive que compartilhar minha situação com a mãe da melhor amiga do meu filho, que demonstrou-se um verdadeiro anjo. Quando esbarrei com ela na semana seguinte, perguntei como ela estava e ela disse: “Bem, você sabe, descobri que meu câncer é terminal, então…”

Meus joelhos queriam ceder. Não só ela nunca compartilhou comigo que ela tinha câncer, mas ela era uma jovem mãe com tempo limitado com seus filhos. Ela viu meu choque, mas disse que achava que poderia compartilhar sua história comigo desde que eu me abri para ela. Minhas preocupações literalmente desapareceram, embora temporariamente.

Embora este tenha sido o exemplo mais dramático, outras pessoas me falaram sobre seus próprios problemas. Às vezes choramos, às vezes rimos ou até discutimos soluções juntos. Embora confiar em outras pessoas nem sempre seja confortável ou desejável, é uma experiência que pode ser verdadeiramente gratificante. Afinal, nenhum de nós escapa às dificuldades e estamos juntos nisso.

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.