Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O bebê que dorme sorrindo, sem saber que a mãe morreu após o parto

TEEGAN BARNARD
Facebook-Abbie Hallawell
Compartilhar

Foto foi tirada pela avó, que quer que o neto tenha boas lembranças da mãe quando crescer

Esta poderia ser uma das histórias mais tristes do mundo: a da jovem mãe que morre depois do parto. No entanto, é uma história de esperança. 

Aconteceu em uma pequena cidade de West Sussex, no sul do Reino Unido. A jovem Teegan Barnard, de 17 anos, deu à luz um lindo bebê. Porém, durante o parto, teve uma hemorragia interna, que provocou uma parada cardíaca. A equipe médica realizou todas as manobras de reanimação, mas a moça foi diagnosticada com morte cerebral. 

Nos dias seguintes, o hospital voltou suas atenções a Teegan e ao bebê, mas no dia 7 de outubro de 2019, ela morreu. 

A família de Teegan e o bebê, a quem chamaram de Parker, ficaram ao lado da jovem mãe. Abbie, avó de 35 anos, ficou desolada com o falecimento da filha. Mas, naquelas semanas, quis que não lhe faltasse amor e carinho. 

Com imenso amor, Abbie colocava o bebê sobre o peito da mãe. Aconchegado no seio daquela que lhe deu a vida, ele dormia em paz, alheio a tudo que estava acontecendo. 

Os bebês reconhecem a mãe por todos os sentidos, principalmente pela audição e pelo olfato. A conexão é intensa e forte nos dias posteriores ao parto, de modo que, para Parker, a chegada ao mundo foi tranquila, pois ele se sentia junto da mãe, embora ela estivesse em coma. 

Imagens para quando ele crescer 

Em meio à dor, Abbie tirou algumas fotos, na intenção que que o garoto possa ver-se nos braços da mãe quando ele crescer. 

 “Ver Parker nos braços da mãe foi mundo importante para mim”, declarou Abbie, que confessa estar destroçada. “Todos estamos em choque, só quero que Teegan volte. Não sabia que meu coração poderia se romper em um milhão de pedaços. Nunca voltarei a ser mesma pessoa”. 

De agora em diante, Abbie criará seu neto, juntamente com o pai do menino, Leon Forster. “Teegan tinha muita vontade de ser mãe. Estava tão emocionada… Ela seria a melhor mãe do mundo. Tinha muito amor por seu bebê e nem sequer pôde mostrar todo esse amor”, lamentou a avó. 

TEEGAN BARNARD
Facebook-Abbie Hallawell
O bebê colocado entre os braços da mãe, que teve morte cerebral após o parto

 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.