Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Terça-feira 19 Outubro |
Santos Mártires Canadenses
Aleteia logo
home iconCuriosidades
line break icon

Por acidente, monges cartuxos ajudaram a criar a indústria de perfumes

parfum

© Galina F - Shutterstock

Daniel R. Esparza - publicado em 25/10/19

Em 1380, a água de um delicado buquê de flores se tornou o primeiro perfume da ilha de Capri

Carthusia Perfumes é uma marca de perfumes exclusiva com sede em Capri, no Mar Tirreno. Em 1948, o então prior do mosteiro cartuxo de Saint Giacomo (o mais antigo de Capri, construído em 1371), descobriu algumas fórmulas de perfume antigas que haviam sido guardadas na biblioteca do mosteiro por séculos.

Com a permissão do Papa Pio XII, o prior entrou em contato com um químico da região de Piemonte, na Itália, e juntos criaram o que era então o “menor laboratório de perfumes do mundo”. Até hoje, eles ainda fabricam seus perfumes à mão, seguindo estes antigos procedimentos monásticos.

Este trabalho delicado remonta ao século em que o mosteiro foi fundado. Alguns anos após o término do mosteiro, em 1380, o prior foi pego de surpresa com a notícia de que a rainha que doara o terreno do mosteiro, Giovanna de Angiò, iria até lá para uma visita oficial. O prior então correu para fazer um arranjo floral, com as flores mais bonitas da ilha, para recebê-la.

Quando a rainha foi embora, enquanto as flores eram jogadas fora, o prior notou que sua água (que não era trocada havia três dias) adquirira uma fragrância desconhecida para ele. Ele levou a água até um monge botânico, que estudou a fórmula. . Essa água, segundo a história, tornou-se o primeiro perfume de Capri.

Além disso, outra lenda diz que foi um monge cartuxo em 1792 que fez um perfume como presente de casamento para um comerciante alemão: uma receita secreta para uma “água milagrosa” (“acqua miralibilis”) considerada boa tanto para uso interno quanto externo. Com a receita, este comerciante estabeleceu uma pequena fábrica em Colônia (Alemanha), vendendo a primeira medicamento “Água de Colônia”, Eau de Cologne.

Tags:
ArteHistória da Igrejamonges
Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • Aleteia é publicada diariamente em sete idiomas: inglês, francês,  italiano, espanhol, português, polonês e esloveno
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
1
Pe. Zezinho
Reportagem local
Pe. Zezinho faz alerta sobre orações de cura e libertação
2
AVENIDO BROTHERS
Agnès Pinard Legry
Três irmãos são ordenados padres no mesmo dia
3
MARRIAGE
Matrimonio cristiano
Beijar a aliança todos os dias: uma indulgência especial aos casa...
4
COMMUNION
Philip Kosloski
Oração ao seu anjo da guarda antes de receber a comunhão
5
Aleteia Brasil
O segredo da cidade bósnia onde jamais houve um divórcio
6
Reportagem local
O grande crucifixo submerso que só pode ser visto quando o lago c...
7
VENEZUELA
Ramón Antonio Pérez
Quando a vida surge do abuso atroz a uma jovem deficiente
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia