Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Newsletter Aleteia: uma seleção de conteúdos para uma vida plena e com valor. Cadastre-se e receba nosso boletim direto em seu email.
Registrar

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O padre que leva cães abandonados para a Missa

Compartilhar

Ideia é incentivar a adoção dos animais entre os fiéis

Clique aqui para abrir a galeria de fotos

O padre João Paulo Araújo Gomes, da Paróquia de Santana, em Gravatá, Pernambuco, tem chamado a atenção nas redes sociais. Apaixonado por animais, ele decidiu levar cachorros de rua para a Missa. 

O objetivo? Sensibilizar os fiéis para a adoção. Os cães ficam soltos na igreja e, no fim da celebração, as famílias que se interessarem podem dar um novo lar para os animaizinhos. 

Reprodução / Facebook

Resgate de animais abandonados

Desde 2016 o padre João Paulo resgata cachorros que encontra nas ruas. Ele leva os animais para casa, dá comida, banho e, é claro, os leva para a missa. 

O sacerdote diz que dezenas de animais já foram adotados por famílias que participaram das missas e se sensibilizaram com a causa. 

Nas redes sociais, o religioso também faz questão de defender os direitos dos animais, combater os maus-tratos e promover a adoção. 

“Se nenhum fiel adotar, levo todos para minha casa”, disse o padre, que também conta com a ajuda de um veterinário para quando algum animalzinho precisar de cuidados médicos. 

Reprodução / Facebook

Bem comportados 

Durante a celebração litúrgica, os cachorros permanecem nos corredores da Igreja e até no altar. Alguns deles tiram até uma soneca no meio da Missa, enquanto outros parecem prestar atenção à Palavra de Deus. 

Entre uma leitura e outra, padre João Paulo faz questão de dar carinho aos animais que insistem em se acomodar nos pés dele. “Eles sempre poderão entrar, dormir, comer, beber água e encontrar abrigo e proteção, pois esta casa é de Deus e eles são de Deus”, disse o padre. 

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.