Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Cadastre-se e receba Aleteia diretamente em seu email. É de graça.
Receber

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

“Padre casado é um adeus ao mistério da vocação”

BLOOD OF CHRIST
Pascal Deloche | GoDong
Compartilhar

Pe. Gabriel Vila Verde: “Será que esse é o remédio para a falta de vocações? É reduzindo o peso da cruz que vamos ser mais fiéis ao Evangelho?”

O pe. Gabriel Vila Verde publicou em sua página no Facebook a seguinte consideração sobre as atuais discussões em torno à possibilidade de que homens casados venham a ser ordenados sacerdotes:

Um padre casado em nada se diferencia do homem comum.

É um adeus ao mistério da vocação. Aquela vocação bonita que faz o jovem deixar tudo, como Jesus pediu, para se consagrar total e exclusivamente ao Senhor. É um mistério de fé, que a Igreja preservou e defendeu por séculos.

Se o homem casado pode ser padre, para que servirão os muitos seminários espalhados pelo mundo?

É lógico que todo aquele que optar pelo celibato, numa cultura de padres casados, será visto com desconfiança, como um homem incompleto. Será que esse é o remédio para a falta de vocações? É reduzindo o peso da cruz que vamos ser mais fiéis ao Evangelho? E para onde vai a Tradição da Igreja, que sempre foi uma luz em meio às trevas? Ficará como peça de Museu!!!

Destrua o mistério do sacerdócio, faça do padre um ser comum, e, ao invés de acendermos uma lâmpada, estaremos desligando um gerador.

Leia também: Ateísmo comunista perde a batalha: ex-militar soviético realiza vocação de infância e é ordenado padre

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.