Aleteia
Quinta-feira 01 Outubro |
São Bavão de Gand
Atualidade

Governo comunista da China decreta demolição de igrejas católicas "rebeldes"

V.T. Polywoda-cc

Uma igreja da província de Henan, na China

Reportagem local | Nov 06, 2019

Pequim insiste em forçar a adesão dos católicos chineses à Associação Católica Patriótica Chinesa, uma entidade criada e gerida pelo regime

O regime comunista chinês decretou a demolição de uma igreja católica da diocese de Handan, Hebei, apesar da situação perfeitamente legal e regular do templo, que foi aprovado pelas autoridades locais.

Um grupo de sacerdotes e fiéis reagiu entrincheirando-se na igreja para impedir a demolição. De acordo com o documento que ordenou a medida extrema, a igreja não possuiria todas as licenças obrigatórias para o seu funcionamento.

Em decorrência de rígidas leis relativas à religião promulgadas nos últimos dois anos pelo governo comunista, igrejas estão sendo minuciosamente monitoradas para cumprirem à risca todos os requisitos legais. As que são consideradas fora de regra acabam destruídas.

O catolicismo na China sofreu durante décadas uma divisão imposta pelo regime, que criou a Associação Católica Patriótica Chinesa, entidade estatal controlada pelo Partido Comunista Chinês. Os católicos deveriam filiar-se a essa associação, que, no entanto, não é a genuína Igreja católica. A verdadeira Igreja, em plena comunhão com a Santa Sé, permaneceu clandestina. Em 2018, Pequim e o Vaticano finalmente firmaram um acordo para que a Igreja tenha reconhecimento legal no país. Com esse acordo, o Vaticano espera unificar gradualmente as duas comunidades. Apesar do avanço representado pela medida, continuam surgindo relatos de perseguição contra sacerdotes e leigos que se recusam a participar das igrejas administradas pelo governo comunista.

Em províncias como Jiangxi e Fujian, no leste da China, o regime fechou igrejas e expulsou de casa os sacerdotes que não quiseram assinar acordos que os vinculariam aos regulamentos governamentais. Na diocese de Yujiang, pelo menos cinco igrejas católicas foram fechadas à força pelo governo em julho e agosto deste ano por se negarem a entrar na Associação Católica Patriótica Chinesa. Ainda em agosto, o regime chinês ameaçou revogar ajudas básicas do governo a todos os católicos da cidade de Yingtan, que também haviam rejeitado a incorporação da sua paróquia às estruturas “católicas” geridas diretamente pelo Estado.

Um padre de Yujiang relatou à revista Bitter Winter que o governo monitora em detalhes a vida de todos os sacerdotes da Associação Católica Patriótica Chinesa:

“O governo coloca espiões nas igrejas da Associação Católica Patriótica Chinesa para controlar especialmente o que os sacerdotes dizem nos sermões e nas atividades que realizam. O Estado sabe tudo sobre os sacerdotes”.

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
comunismoIdeologiaMundoPerseguiçãoPolítica
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
Aleteia Brasil
Com afastamento do pe. Robson, o Santuário de...
A12
3 armas fortes de São Miguel Arcanjo
Gelsomino Del Guercio
A misteriosa linha reta que une 7 santuários ...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
Silvia Lucchetti
Gestante com câncer recusa aborto: ela e o be...
SAINT MICHAEL
Arcanjo Miguel
15 de agosto: começa a Quaresma de São Miguel...
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia