Aleteia logoAleteia logo
Aleteia
Quinta-feira 29 Outubro |
São Colmano
home iconEstilo de vida
line break icon

Quer um bom motivo para casar? Aqui estão seis

WEDDING

Shutterstock | IVASHstudio

Cecilia Zinicola - publicado em 06/11/19

Através do matrimônio, Cristo se torna presente na vida do casal, a fim de ajudá-lo a cumprir seus votos

O casamento cria um ambiente propício à felicidade. Ao contrário de um relacionamento livre ou de convivência, ele responde natural e autenticamente ao chamado que sentimos quando nos apaixonamos.

Quando duas pessoas se apaixonam, elas não são chamadas a viver em união. O amor nos convida a um relacionamento em que uma doação recíproca é desejada e expressa: um amor comprometido, exclusivo, permanente, altruísta e fecundo.

Abaixo, seis bons motivos para você se casar:

  1. O casamento aumenta a sua capacidade de amar 

A diferença entre morar juntos e se casar não é a certidão de casamento, que é simplesmente um sinal do compromisso, ou a cerimônia que torna público o que os noivos estão prometendo um ao outro, mas o fato de que aqueles que se casam realizam um novo ato de amor – comprometendo-se a amar um ao outro para sempre.

Dar esse passo de comprometimento gera energia, ideias, esforços e atitudes que não se tornariam realidade se a ideia do relacionamento permanecesse apenas enquanto houvesse desejo ou até um determinado período.

Casar-se, com a doação e o compromisso que isso implica, não elimina as limitações ou defeitos das pessoas, mas cria uma condição nova e benéfica para os noivos e eleva as capacidades do casal de amar a um nível que não pode ser alcançado sem esse ato voluntário.

Amantes são duas pessoas que simplesmente se amam; cônjuges são pessoas que, além de se amarem, decidem se comprometer formalmente a se amar. Essa é uma grande diferença. O casamento é um ato de amor, de total rendição, com a promessa de continuar esse ato até a morte.

2. O “para sempre” fortalece o seu compromisso e o seu amor 

O amor autêntico nos convida a uma união permanente, não temporária; um compromisso de conviver e de nos entregar ao cônjuge “até que a morte nos separe”.

O simples desejo de estar com alguém é algo meramente sentimental: um amor muito frágil, que pode ter uma data de validade muito curta. O casamento é um passo que concretiza essa união. Por meio de um ato concreto no presente – o matrimônio – os amantes se comprometem com o futuro.

3. O casamento nos motiva a dar o nosso melhor 

Outro aspecto intrínseco ao casamento é o altruísmo – dar o melhor de si para o outro. Os cônjuges se enriquecem com suas diversidades perceptivas, racionais, fisiológicas, emocionais e espirituais.

O bem dos cônjuges (que é a finalidade do casamento) consiste nas mudanças que são feitas no modo de ser de cada pessoa, a fim de viver um relacionamento de duas pessoas como se fossem uma só.

4. Novos motivos para comemorar 

Ao longo da história da humanidade, o casamento sempre foi celebrado, embora com nuances diferentes. Quando duas pessoas decidem mutuamente que a outra pessoa é tão valiosa que merece o presente de sua vida, esse é um grande motivo para comemorar.

Pela mesma razão, celebramos aniversários de casamento, quando comemoramos o momento em que o casal se comprometeu profundamente um com o outro e lembramos a renovação anual desse compromisso.

5. Mentalidade aberta para a vida 

O amor  entre marido e mulher tende a se tornar amor frutífero, uma recriação da vida dos cônjuges, porque o fato de se apaixonar gera fecundidade de várias maneiras, não apenas em dar vida a um ser humano. Cria nos cônjuges uma atitude de abertura para com a vida em geral, além da abertura para ter filhos, um dos propósitos do casamento.

Na verdade, a estrutura sólida oferecida pelo amor comprometido prepara um ambiente pacífico para receber os filhos e criar nos cônjuges uma apreciação pelo valor da vida.

6. Enriquecimento sacramental 

O casamento é um patrimônio comum da humanidade, mas a grande riqueza dos católicos é que o matrimônio foi elevado por Cristo à dignidade do sacramento, uma realidade espiritual em que Cristo se torna presente de uma nova maneira na vida dos cônjuges para ajudá-los a cumprir seus votos.

Isso significa que, graças ao compromisso que assumiram, eles têm maior vontade e energia para crescer e superar suas dificuldades, que são elevadas e apoiadas pela graça de Deus através do sacramento. O amor exige trabalho todos os dias e, quando a força humana vacila, a graça de Jesus nos sustenta.


Broken Family

Leia também:
Casamento vs morar junto: como isso afeta os filhos?


ROBES DE MARIEE

Leia também:
Os mais lindos vestidos de noiva para 2020

Apoiar a Aleteia

Se você está lendo este artigo, é exatamente graças a sua generosidade e a de muitas outras pessoas como você, que tornam possível o projeto de evangelização da Aleteia. Aqui estão alguns números:

  • 20 milhões de usuários no mundo leem a Aleteia.org todos os meses.
  • A Aleteia é publicada em 8 idiomas: Português, Francês, Inglês, Árabe, Italiano, Espanhol, Polonês e Esloveno.
  • Todo mês, nossos leitores acessam mais de 50 milhões de páginas na Aleteia.
  • 4 milhões de pessoas seguem a Aleteia nas redes sociais.
  • A cada mês, nós publicamos 2.450 artigos e cerca de 40 vídeos.
  • Todo esse trabalho é realizado por 60 pessoas que trabalham em tempo integral, além de aproximadamente 400 outros colaboradores (articulistas, jornalistas, tradutores, fotógrafos…).

Como você pode imaginar, por trás desses números há um grande esforço. Precisamos do seu apoio para que possamos continuar oferecendo este serviço de evangelização a todos, independentemente de onde eles moram ou do quanto possam pagar.

Apoie Aleteia a partir de apenas $ 1 - leva apenas um minuto. Obrigado!

Tags:
CasamentoRelacionamento
Oração do dia
Festividade do dia





Top 10
TRIGEMELAS
Esteban Pittaro
A imagem de Nossa Senhora que acompanhou uma ...
Aleteia Brasil
O milagre que levou a casa da Virgem Maria de...
Philip Kosloski
3 poderosos sacramentais para ter na sua casa
Reportagem local
Corpo incorrupto de Santa Bernadette: o que o...
Aleteia Brasil
Quer dormir tranquilo? Reze esta oração da no...
OLD WOMAN, WRITING
Cerith Gardiner
A carta de uma irlandesa de 107 anos sobre co...
No colo de Maria
Como rezar o terço? Um guia ilustrado
Ver mais
Boletim
Receba Aleteia todo dia