Receba o boletim diário da Aleteia gratuitamente no seu email.
Receba diretamente no seu email os artigos da Aleteia.
Cadastrar-se

Sem condições de apoiar?

Veja 5 formas de você ajudar a Aleteia

  1. Reze por nossa equipe e pelo êxito de nossa missão
  2. Fale sobre a Aleteia em sua paróquia
  3. Compartilhe os artigos da Aleteia com seus amigos e familiares
  4. Desative o bloqueio de publicidade quando nos visitar
  5. Inscreva-se para receber nosso boletim gratuito e leia-nos diariamente

Obrigado!
Redação da Aleteia

Enviar

Aleteia

O pe. Zezinho e a mãe que espera há 30 anos, sem sucesso, pelo perdão da filha

ELDERLY,WOMAN,ALONE
Shutterstock
Compartilhar

“Mãe que sabe pedir perdão está mais perto de Deus do que a filha que não sabe perdoar há 30 anos”

Em sua página no Facebook, o pe. Zezinho compartilhou a seguinte história a respeito de rancor e perdão:

Deixe uma fresta aberta na sua porta!

Conselho a uma mãe que não é perdoada pela filha há trinta anos:

– Pode comungar e envelhecer em paz!

Já se arrependeu, já pediu perdão, já fez o que podia para ouvir a palavra “eu te perdoo”.

Por mais que tenha errado como mãe num período da sua vida, já se humilhou o suficiente como mulher e como mãe. Agora é com sua filha.

Mãe que sabe pedir perdão está mais perto de Deus do que a filha que não sabe perdoar há 30 anos. Até seu ex-marido morreu pedindo perdão e perdoando nos últimos anos da vida dele.

Além disso, bem ou mal, cuidou dela por 19 anos. Acho que ela também sofre, mas não consegue pedir perdão. Não exija mais que ela visite a senhora. A senhora ainda tem uma filha, mas sua filha decidiu que não tem mais mãe. Aceite o papel de geradora e ore por ela! E desfrute o carinho das outras três filhas e dos seus netos!

Infelizmente certas religiões levam a essa radicalização. Deixe uma fresta aberta na porta do seu coração de 81 anos!

Leia também: Papa Francisco: “Se você não perdoar aos outros, Deus não poderá perdoar a você”

Boletim
Receba Aleteia todo dia
São leitores como você que contribuem para a missão da Aleteia

Desde o início de nossas atividades, em 2012, o número de leitores da Aleteia cresceu rapidamente em todo o mundo. Estamos comprometidos com a missão de fornecer artigos que enriquecem, informam e inspiram a vida católica. Por isso queremos que nossos artigos sejam acessados por todos. Mas, para isso, precisamos da sua ajuda. O jornalismo de qualidade tem um custo (maior do que o que a propaganda consegue cobrir). Leitores como você podem fazer uma grande diferença, doando apenas $ 3 por mês.